Publicidade
Cotidiano
‘Equívoco’ no Enem

Inep fará novo ranking para corrigir erro que excluiu notas de institutos federais

‘Erro’ excluiu notas das instituições educacionais federais, como o Ifam, que ano passado ficou entre os 10 melhores da capital amazonense 07/10/2016 às 06:30
Show ifam
O campus Ifam Centro, que ficou entre os 10 em 2015, ficou de fora. Foto: Márcio Melo - Arquivo/AC
Kelly Melo Manaus (AM)

Excluídos do ranking das melhores escolas do País, divulgado no início da semana pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), os Institutos Federais em todo o Brasil ficaram prejudicados pela não divulgação das notas por escola do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2015). Ontem, o Inep admitiu o “erro” e afirmou que vai divulgar as médias “assim que possível”.  A medida deve alterar o ranking das melhores instituições de ensino em todo o Brasil.

A não divulgação dos dados por escola preocupou os alunos e o corpo docente das 15 unidades do Instituto Federal do Amazonas (Ifam). De acordo o reitor, Antônio Venâncio Castelo Branco, a notícia “pegou a todos com surpresa” e provocou reivindicações em todo o País.

“A rede federal de ensino é a referência na rede pública. Quando se tira os institutos federais dessa avaliação, o que aparece? As (escolas) particulares. Mas o Inep já reconheceu o erro e esperamos que essas notas sejam divulgadas o mais breve possível”, avaliou.

Ainda de acordo com o reitor, as notas dos Institutos Federais (IFs) não foram divulgadas porque houve o entendimento do Inep de que a rede não oferta o ensino médio regular. “O que acontece é que. além da carga horária prevista em lei, que é de 2.400 horas, nós também contamos com a complementação de carga horária prevista para cada curso profissionalizante, o que chamamos de ensino médio integrado. Mas quando você olha para o ranking 2015, observa instituições como a Fundação Nokia, que tem a mesma linha e teve a nota computada, e nós não”, explicou.

Segundo Venâncio, o “erro” do Inep causou um “mal-estar” em toda a rede federal. “Isso fragiliza a imagem da instituição perante a sociedade e o aluno é prejudicado. Porque como ele vai concorrer em processos seletivos?”, questionou ele.

No Enem 2014, o Ifam Centro se classificou entre as dez melhores instituições de Manaus e, no interior, os campi Maués, Parintins e Presidente Figueiredo se classificaram em 3º, 4º e 5º, respectivamente.

‘Equívoco’

Procurados por A CRÍTICA, o Inep informou que a definição das escolas cujos resultados no Enem 2015 seriam calculados e divulgados pelo instituto foi realizada de acordo com a portaria nº 501, de 27 de setembro de 2016. Contudo, houve um equívoco na interpretação da legislação por parte da equipe técnica que fez os cálculos para a divulgação dos resultados do Enem 2015 por escola e, por isso, os institutos federais não foram incluídos.

Sendo assim, a administração atual do Inep decidiu processar os resultados dos institutos federais e divulgar “tão logo seja possível”.

Publicidade
Publicidade