Sábado, 25 de Maio de 2019
ECONOMIA

Inflação medida pelo IPC-S recua em cinco das sete capitais pesquisadas, diz FGV

A maior deflação no período foi registrada no Rio de Janeiro, onde a taxa caiu de -0,09% para -0,27% – uma retração de 0,18 ponto percentual



igreja_123.JPG
Foto: Reprodução/Internet

A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor - Semanal (IPC-S) fechou a semana encerrada no último dia 22 com desaceleração de preços em cinco das sete capitais pesquisadas pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (FGV).

Na média das sete capital pesquisadas pela FGV, o IPC-S fechou a semana encerrada no último dia 22, com alta de preços de 0,27%, ainda assim registrando desaceleração de 0,07 ponto percentual em comparação com a alta de 0,34% registrada na semana anterior.

Entre as cinco capitais com desaceleração de preços, o principal destaque é Salvador, que depois de ter registrado alta de 0,13% na semana encerrada no dia 15, fechou no dia 22 com deflação (inflação negativa) de 0,04% – com queda de 0,17 ponto percentual.

Das outras quatro capitais com desaceleração de preços, duas fecharam com resultados abaixo da média para as sete capitais: Belo Horizonte (de 0,15% para 0,02%, a segunda menor taxa do país); e Porto Alegre (de 0,36% para 0,09%). Em Brasília, a taxa caiu de 0,47% para 0,32% e em São Paulo, de 0,43% para 0,37%.

As duas capitais com taxa maiores do que a média das sete capitais são Recife (de 0,13% para 0,25%); e Rio de Janeiro, que ao fechar com alta de 0,54%, resultado 0,27 ponto percentual superior à média das capitais, registrou o maior IPC-S do país.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.