Quarta-feira, 24 de Abril de 2019
publicidade
1.jpg
publicidade
publicidade

Notícias

Inflação para famílias com renda mais baixa fica em 1,64% em março

A taxa também é superior ao Índice de Preços ao Consumidor – Brasil (IPC-BR), que mede a inflação para todas as faixas de renda e ficou em 1,41%


10/04/2015 às 08:15

O Índice de Preços ao Consumidor - Classe 1 (IPC-C1), que mede a inflação para famílias com renda até 2,5 salários mínimos, ficou em 1,64% em março deste ano, taxa superior ao índice de 0,83% do mês anterior, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV). A taxa também é superior ao Índice de Preços ao Consumidor – Brasil (IPC-BR), que mede a inflação para todas as faixas de renda e ficou em 1,41%.

Entre os principais responsáveis pela alta da inflação estão os gastos com habitação, com destaque para o aumento do custo da eletricidade residencial, que teve uma inflação de 21,13% em março. Em fevereiro, a inflação havia sido 1,08%. Os alimentos também tiveram uma alta da inflação, de 0,74% em fevereiro para 1,12% em março.

publicidade

A inflação dos itens de saúde cresceu de 0,49% para 0,64% e da educação, de 0,33% para 0,52%. Houve queda da taxa dos grupos de despesa transportes (que passou de 2,11% para 0,72%), despesas diversas (de 1,19% para 0,56%), comunicação (de 0,19% para -0,44%) e vestuário (de 0,05% para -0,27%).

Em 12 meses, o IPC-C1 acumula taxa de 8,91%, acima do acumulado pelo IPC-BR (8,59%).


publicidade
publicidade
Bolsonaro e Paulo Guedes se contradizem ao falar sobre Zona Franca de Manaus
Jerônimo Antunes renuncia do cargo no Conselho da Petrobras
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.