Publicidade
Cotidiano
Notícias

Infraero vai reforçar atividades de atendimento ao público na alta temporada nos aeroportos

O planejamento envolve o reforço das atividades operacionais, de atendimento direto ao público e de manutenção e limpeza 14/12/2014 às 14:44
Show 1
Em alguns dos principais aeroportos da rede, como os de Curitiba, Porto Alegre, Recife e Salvador, além do Santos Dumont (RJ) e Congonhas (SP), o número empregados será ampliado em 17%
Sabrina Craide - Repórter da Agência Brasil ---

A Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) vai colocar em operação, a partir de amanhã (15), o seu plano de ação para a movimentação da alta temporada, que vai funcionar até o dia 10 de janeiro de 2015. O planejamento envolve o reforço das atividades operacionais, de atendimento direto ao público e de manutenção e limpeza. Em alguns dos principais aeroportos da rede, como os de Curitiba, Porto Alegre, Recife e Salvador, além do Santos Dumont (RJ) e Congonhas (SP), o número empregados será ampliado em 17%.

Além disso, os amarelinhos, funcionários identificados pelo colete amarelo que estampa a frase “Posso Ajudar/May I Help You?”, vão circular pelos saguões e áreas públicas para esclarecer passageiros e usuários com dúvidas como horários de voos, portões de embarques e outros serviços. Nos balcões de informação da Infraero, as equipes também estão preparadas para orientar os viajantes.

O fluxo estimado de passageiros para esse período, nos 60 terminais administrados pela Infraero, é de 9,25 milhões de pessoas, um crescimento de 8,5% em relação ao mesmo período do ano passado, que somou 8,53 milhões de passageiros. Essa previsão não inclui os aeroportos de Guarulhos (SP), Galeão (RJ), Viracopos (SP), Brasília (DF) e Confins (MG), concedidos à iniciativa privada, além do Aeroporto Internacional de Natal/Augusto Severo (RN), desativado no primeiro semestre deste ano.

Em 2014, a Infraero investiu R$ 24,5 milhões na compra de 58 ônibus para o transporte de passageiros da sala de embarque para a aeronave. Também foram adquiridos 80 novos carros contra incêndio, com um investimento de R$ 142 milhões. 


Publicidade
Publicidade