Publicidade
Cotidiano
Notícias

Inpe prevê aumento de raios durante o verão, principalmente em cidades da Região Norte

Brasil é campeão em incidência de raios, com cerca de 50 milhões por ano. Já Manaus é a capital com maior número de mortes por causa do fênomeno natural: 50 pessoas morreram atingidas por raios na cidade amazonense nos últimos 13 anos 07/01/2015 às 10:01
Show 1
Só em 2014, entre os meses de janeiro e novembro, 84 pessoas morreram atingidas por raios no país
Karol Assunção/EBC ---

O número de raios no Brasil deve aumentar durante este verão. A previsão é do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), prevendo que a maior quantidade de descargas deve ocorrer nas Regiões Norte e Nordeste do Brasil. No Sul, a concentração de raios deve ocorrer principalmente no mês de março.

O coordenador do Grupo de Eletricidade Atmosférica do Inpe, Osmar Pinto Junior, destaca que o Brasil é campeão em incidência de raios, com cerca de 50 milhões por ano. Só no ano passado, entre os meses de janeiro e novembro, 84 pessoas morreram atingidas por raios no País. Cerca de 30% das vítimas realizavam atividades agropecuárias no momento do acidente.

Foi o que ocorreu na última segunda-feira (5), no município de Embu-guaçu, em São Paulo, quando quatro trabalhadores rurais foram atingidos. Dois morreram e outros dois ficaram feridos. As vítimas, de acordo com a Defesa Civil do estado, estavam trabalhando no campo e foram atingidas quando tentavam se abrigar em um galpão.

Para evitar acidentes com raios, é importante tomar alguns cuidados. As principais dicas são: procurar abrigo, não ficar próximo de meios de transporte nem perto de objetos que conduzem eletricidade, como telefones com fio, chuveiros elétricos e geladeiras.

Manaus campeã em mortes

Manaus é a capital brasileira com maior incidência de morte por raios, é o que aponta um levantamento do Inpe feito entre 2000 e 2014. Foram registradas, no total, 80 mortes em todo o Amazonas, sendo 20 delas na capital amazonense. O instituto também informa, através do Grupo de Eletricidade atmosférica (ELAT), que somente em uma semana (de 8 a 15 de outubro de 2014) a cidade foi atingida por 338 raios. 

Segundo estatística do Inpe, cerca de 50 milhões de raios caem todos os anos no Brasil. E mais: a cada 50 mortes por raio no mundo, uma delas ocorre no Brasil; 43% das vítimas fatais são atingidas no período do verão; a maioria de 81% dessas vítimas fatais são homens, e geralmente ocorre em circunstâncias de atividades rurais ou dentro de casa. A faixa etária mais atingida pelos raios está entre 20 a 39 anos, numa porcentagem de 43%.


Publicidade
Publicidade