Publicidade
Cotidiano
Notícias

Insatisfação leva moradores do interior do AM às ruas em protestos

Os manifestantes vão às ruas para reivindicarem melhorias no transporte público, segurança, educação, entre outras pautas 24/06/2013 às 11:42
Show 1
As associações de moradores se reuniram e divulgam o evento por meio das redes sociais e carros de som que percorrem as ruas da cidade
Bruna Souza Manaus, AM

A insatisfação com os problemas sociais e políticos no país também mobiliza moradores do interior do Amazonas e que já tem as datas marcadas para as manifestações pacíficas nos municípios de Iranduba (localizado a 25 quilômetros de Manaus) e Urucará (localizado a 261 quilômetros). Os manifestantes vão às ruas para reivindicarem melhorias no transporte público, segurança, educação, entre outras pautas.

No município de Iranduba, o protesto está marcado para acontecer nesta terça-feira (25), a partir das 16h. O ponto de encontro será na avenida José Marques Muniz, próximo ao Frigorífico de Iranduba, no bairro Morada do Sol e segue até a Praça dos Três Poderes, no Centro da cidade, onde deve acontecer a maior concentração do movimento.

São esperadas pelos organizadores do evento aproximadamente mil pessoas que participarão do movimento apartidário (sem envolvimento de partido político) e visa buscar melhorias, pautados nos direitos básicos do cidadão. Entre as reivindicações está a melhoria na segurança pública do município, tendo em vista o aumento na violência e registro de ocorrências de furtos, assaltos e mortes após a inauguração da ponte rio Negro.

Segundo a professora Ivanete Mendonça, de 48 anos, durante a manifestação também será reivindicada a redução na tarifa do transporte de Manaus para o município que está fixada no valor de R$ 4. Além do combate à corrupção, votação da PEC 37, qualidade na educação, esporte e lazer e saúde.

Na manhã desta segunda-feira (24), uma reunião foi realizada entre os idealizadores do evento e a Polícia Militar (PM), representada pelo Major Santiago, na qual foi estabelecido como será feita a segurança dos manifestantes durante o trajeto do protesto. A professora Ivanete orienta que as pessoas evitem usar máscaras e levar fogos de artifícios para a manifestação. Ela também orienta que os manifestantes se abaixem durante o trajeto quando houver qualquer confusão para que os policiais identifiquem quem está promovendo a briga.

Urucará

A população de Urucará também poderá sair às ruas no próximo domingo (30), a partir das 16h, com saída da Praça da Santana seguindo pela principal via da cidade até a sede da prefeitura do município.

As associações de moradores se reuniram e divulgam o evento por meio das redes sociais e carros de som que percorrem as ruas da cidade, solicitando que os moradores participem da manifestação com os cartazes nas mãos. Aproximadamente 2 mil pessoas já confirmaram presença e devem reivindicar melhorias na saúde, educação e desenvolvimento, além da energia elétrica do município com o programa Luz para Todos do governo federal.

Publicidade
Publicidade