Sábado, 20 de Julho de 2019
Notícias

Investidores da Tailândia e Japão interessados no PIM

Fieam recebeu representantes das comitivas tailandesa e japonesa, interessados em investir no Brasil estudam viabilidade de negócios no Polo Industrial



1.jpg Embaixador da Tailândia recebe lembrança ao visitar Fieam
29/07/2013 às 18:26

O embaixador da Tailândia no Brasil, Tharit Charungvat, em visita a Federação das Indústrias do Estado do Amazonas (Fieam), reivindicou a disponibilidade de áreas em Manaus para instalação de fábricas.

A comitiva tailandesa foi recebida pelo presidente da Fieam, Athaydes Mariano Félix, e pelo vice-presidente Nelson Azevedo, que se colocaram à disposição para auxiliar no atendimento a demandas dos investidores. “Estamos aqui com a finalidade de dar apoio a todos os investimentos na medida do possível”, disse Athaydes.

Na oportunidade, o embaixador citou empresa de autopeças, do setor de carros utilitários da Tailândia, interessada em produzir no Brasil, mas que ainda não definiu em qual estado vai instalar sua unidade, além da expansão da componentista Cal-Comp Electronics, já instalada no PIM, e que até o momento emprega quase duas mil pessoas.

De acordo com o vice-presidente da Cal-Comp Electronics, Mike Huang, uma das dificuldades enfrentadas até o momento é a falta de um local próprio, para atender a demanda necessária de pedidos. “Buscamos por terrenos com aproximadamente 200 mil metros quadrados, e principalmente sem nenhum problema fiscal”, disse Huang.

Comitiva Japonesa estuda viabilidades de negócios no Estado


A Fieam também recebeu a missão organizada pela Japan International Cooperation Agency (Jica), liderada pela representante  Yomiko Iwanaga. Sete dos 15 empresas japonesas, representadas pela Comitiva, atuam na área de meio ambiente e têm interesse em investir no Brasil.

 “A visita a Fieam, além de fortalecer os laços entre Brasil e Japão, estuda viabilidades de novos negócios não apenas na área de meio ambiente, como também em informática, tecnologia e conhecimento”, disse a representante.

O diretor da Toyo Agricola Machin Manufacture Co Ltda, Toshinobu Ohashi, elogiou o modelo Zona Franca de Manaus. “O Amazonas é exemplo para a economia do Brasil e também do Japão. Ficamos muito felizes em perceber que a comunidade japonesa se faz presente na Amazônia”, disse Ohashi.

Um dos temas que gerou interesse na comitiva foi o projeto do Senai Amazonas que visa implementar o Instituto de Inovação no Amazonas e desenvolver atendimento técnico, tecnológico e inovador na área de eletrônica e microeletrônico. O projeto, entre outros de interesse do Polo Industrial de Manaus (PIM), serão posteriormente discutidos com representantes da comitiva.

Na ocasião, o assessor econômico da presidência da Fieam, economista Gilmar Freitas, apresentou a importância do PIM na geração de emprego e renda para a população, desenvolvimento do Norte do Brasil e sustentabilidade da área verde do Amazonas, destacando projetos como Coari Manaus e mostrou oportunidades em investimento em turismo, novas tecnologias.

*Com informações da Assessoria de Comunicação do Sistema Fieam

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.