Quarta-feira, 11 de Dezembro de 2019
Notícias

Investindo em qualidade: respirando bons ares

Clientes corporativos devem aderir ao Plano de manutenção, operação e controle (PMOC) elaborados por empresas de engenharia para manutenção de sistemas condicionadores de ar 



1.jpg O público alvo para implantação do PMOC são clientes corporativos como restaurantes, hospitais, indústrias e shoppings
25/07/2015 às 10:37

Em uma região de clima quente e úmido, o ar condicionado é praticamente um item indispensável para aplacar as altas temperaturas. Seja em casa, no ambiente de trabalho ou em qualquer espaço de circulação pública, seu uso constante pode provocar danos à saúde em função da qualidade do ar artificial que se respira, acumulando impurezas e risco de problemas respiratórios.

Em Manaus, clientes corporativos que utilizam sistemas de centrais de ar-condicionados já podem contar com o ‘Plano de manutenção, operação e controle (PMOC)’, voltado para área de climatização, ventilação, exaustão e aquecimento. Entre eles restaurantes, supermercados, lojas de grande porte, shoppings, indústrias, hospitais, orgãos e repartições públicas, aeroportos e em qualquer ambiente que haja um quantitativo de pessoas com climatização igual ou superior a 5 TR's (60.000 BTU's), mesmo que esta capacidade seja atingida pela soma de pequenos sistemas dentro de um mesmo ambiente.



Ao contratar o serviço, é feito verificação do estado de limpeza, remoção das sujeiras e a manutenção de todos os componentes dos sistemas de climatização, visando garantir a plena qualidade do ar de interiores e a prevenção dos riscos à saúde dos ocupantes dos ambientes climatizados.

Custo x benefícios

O custo mensal para implantação e operação do PMOC dependerá exclusivamente do tamanho da empresa, quantidade de sistemas de climatização, exaustão e refrigeração em geral e principalmente da quantidade de máquinas instaladas na empresa.

“O custo desprendido pela empresa contratante pode-se traduzir em investimento na segurança das instalações, vida útil das máquinas e equipamentos cobertos pelo PMOC”, explica o engenheiro eletricista Carlos Machado, da CMMJ Engenharia que implanta o PCMO em vários tipos de empresas.

O PMOC é exigido pela portaria 3.523/ do Ministério da Saúde, que estipula quando as verificações e correções técnicas deverão ser executadas em cada ponto do sistema de refrigeração. “É especificado também, qual o número de ocupantes de cada ambiente refrigerado, a carga térmica do equipamento e o tipo de atividade desenvolvida no local. Todo esse cuidado irá permitir que o ambiente climatizado esteja saudável e dentro de todas as normas requeridas”, esclarece Machado.

Melhor é prevenir

A falta do PMOC e a ausência de limpeza dos ar condicionados podem levar às empresas a terem um considerável prejuízo com multas de até R$ 200 mil, licenças médicas e processos na justiça pelas pessoas que foram contaminadas pela má qualidade do ar.

Saúde

Sistema próprio UTI's e Centro Cirúrgicos, podemos considerar áreas muito críticas e como tal requerem sistemas de climatização sofisticados.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.