Sábado, 14 de Dezembro de 2019
PESCA SUSPENSA

Ipaam alerta pescadores para período de defeso de espécies no AM

Defeso da Pirapitinga, Mapará, Sardinha, Pacu, Aruanã, Matrinxã, Caparari e Surubim inicia no dia 15 de setembro. Pesca fica proibida até o dia 15 de março



ed357e7a-1623-4d7a-9158-71f0a107636d_7977C62E-336F-4682-87DE-85896FBD5AE6.jpg Foto: Divulgação/Ipaam
05/11/2019 às 20:08

Visando a proteção das espécies aquáticas durante as fases críticas de seus ciclos de vida, o Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) alerta pescadores para o período de defeso, que inicia no próximo dia 15 para as espécies: Pirapitinga, Mapará, Sardinha, Pacu, Aruanã, Matrinxã, Caparari e Surubim.

O defeso, que se estende até o dia 15 de março de 2020, consiste na proibição da pesca por uma temporada estabelecida, auxiliando na manutenção do estoque pesqueiro. Na bacia Amazônica, incluindo o Estado do Amazonas, o período de defeso é estabelecido para o período reprodutivo.



Os peixes incluídos no período do defeso deverão ser comercializados somente provenientes de Declaração de Estoque, Pisciculturas licenciadas por órgãos competentes e/ou manejo autorizado pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), este último, no caso do Pirarucu.

De acordo com a gerente de Controle da Pesca do Ipaam, Nonata Lopes, o Tambaqui e o Pirarucu, que são as espécies mais procuradas, estão com a pesca proibida.

“O defeso do tambaqui vai do dia 01/10/2019 a 31/03/2020. Por ser uma espécie bastante comprometida pela pesca comercial, ela está proibida. Já o pirarucu, a pesca é proibida durante o ano todo, mas, de acordo com as normativas do Ibama nº 34/2004 e 1/2005, só podem ser praticados nos locais que funcionam o manejo do pirarucu, no qual determina a quantidade de peixe, com base na contagem dos indivíduos adultos em cada ambiente”, disse.

De acordo com a Resolução Conselho Estadual do Meio Ambiente (Cemaam) nº 21/2015, as declarações de estoque das espécies Caparari e Surubim deverão ser realizadas no Ipaam até dia 19 de novembro de 2019, considerando que será o 2º dia útil após o dia 15 de novembro.

Todos os documentos deverão ser enviados para o e-mail pesca@ipaam.am.gov.br. As solicitações de Guias para Transporte e Comercialização de Pescado também deverão ser enviadas para o referido e-mail com, no mínimo, dois dias úteis de antecedência. Para mais esclarecimentos, os interessados devem ligar para (92) 2123-6762 ou 98441-8303.

Nonata Lopes destacou ainda que, segundo o Decreto Federal 6.514/2008, a multa para quem estiver pescando, transportando, comercializando ou armazenando as espécies proibidas vai de 700 reais  a 100 mil reais, com acréscimo de 20 reais, por quilo ou fração do produto da pescaria.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.