Publicidade
Cotidiano
HOMICÍDIO

Irmãos confessam que mataram idoso em Parintins para roubar espingarda

Adolescente de 16 anos e o irmão dele, de 21, apresentaram-se na manhã desta quinta-feira na delegacia do município; crime ocorreu na segunda-feira 01/06/2017 às 15:21 - Atualizado em 01/06/2017 às 17:20
Show whatsapp image 2017 06 01 at 13.36.51
Agricultor aposentado tinha 85 anos (Foto: Arquivo Familiar)
Gerlean Brasil - Especial para A CRÍTICA Parintins (AM)

Um adolescente de 16 anos confessou ter assassinado com um golpe de faca no pescoço o agricultor aposentado João Nunes Tavares Filho, 85 anos, na comunidade São Sebastião no distrito do Caburi, na noite de segunda-feira, 30 de maio.

O menor e o irmão dele, de 21 anos, residentes na comunidade do Palhal, se apresentaram espontaneamente na delegacia de Polícia Civil, na manhã desta quinta-feira.

Eles assumiram que foram à casa da vítima com intenção de roubar uma arma de fogo. O aposentado foi encontrado morto somente na manhã de terça-feira, 31 de maio. Pela tarde, os delegados de Polícia Civil Bruno Fraga e Adilson Cunha, além do investigador José Maria, estiveram no local do crime para busca de informações  sobre a autoria do homicídio. As investigações apontaram a possível participação dos irmãos do Palhal.

“Meu irmão pediu para eu segurar o homem lá, enquanto ia procurar a espingarda dele pela casa. Viu que não achou nada e mandou eu ir procurar. Ele ficou segurando e depois entrou dizendo que tinha matado o velho. Minha intenção só era segurar o homem. Ele estava caído no chão. Eu bati na porta da casa, o velho saiu e o meu irmão bateu na cabeça dele com um pedaço de pau. Depois, nós fomos embora para casa”, revelou o rapaz de 21 anos.

De acordo com o delegado Adilson Cunha, a ideia inicial dos irmãos era praticar um furto, porém, ao encontrarem 'Seu' João, usaram a força e o lesionaram a cacetadas. Segundo o depoimento deles, o menor consumou o homicídio ao meter a faca no pescoço da vítima. “Os fatos já foram desvendados e todos os procedimentos serão encaminhados à Justiça”, disse o delegado.

Ainda conforme o delegado Adilson Cunha, os criminosos procuraram por dinheiro, mas não encontraram nada no local. Eles alegaram ao delegado que apenas levaram do local uma lanterna e uma faca usada no crime, que posteriormente jogaram no lago do Caburi.

O rapaz de 21 anos responderá pelo crime de latrocínio e o menor será indiciado por ato infracional. 

Publicidade
Publicidade