Publicidade
Cotidiano
Notícias

José Melo apoia reeleição de Josué Neto na ALE-AM

Governador disse que o atual presidente da Assembleia Legislativa do Estado tem o aval dele para ficar no cargo porque construiu consenso entre os colegas 23/12/2014 às 10:03
Show 1
Governador José Melo afirmou que não tem queixa do presidente da ALE, Josué Neto
luciano falbo Manaus (AM)

O governador José Melo (Pros) afirmou nesta segunda-feira (22) que vai apoiar a reeleição do deputado Josué Neto (PSD) para a presidência da Assembleia Legislativa do Estado (ALE-AM). O anúncio oficial foi dado em um jantar com os parlamentares. À tarde, José Melo revelou para A CRÍTICA o nome do seu escolhido. “Tem muitos deputados que estão absolutamente preparados para ser presidente da Assembleia. No entanto, tem todo um trabalho feito no último mês e metade do outro que indica a reeleição do Josué”, disse.

Questionado, o governador afirmou que “faz gosto” pela permanência de Josué por mais dois anos no posto. “Eu já conversei com muitos deputados sobre isso. Externei aquilo que penso, mesmo dizendo a eles que não queria interferir diretamente porque afinal de contas é uma questão interna corporis deles. Mas foram eles próprios que pediram para eu ajudar. Hoje (ontem) à noite, eu vou ter um jantar com os deputados, no qual vamos reafirmar a candidatura dele”, contou. “A sopa está no forno sendo preparada”, afirmou, em referência à nova composição da mesa diretora.

José Melo deu sinais de que também avaliava os nomes dos deputados Adjuto Afonso (PP), David Almeida (PSD) e Belarmino Lins (PMDB) para apoiar. “O David Almeida foi de uma cortesia conosco, assim como o Belarmino Lins. O Adjuto foi de uma lhaneza (franqueza) enorme. Qualquer um deles estaria preparado para o cargo. Mas as circunstâncias levaram ao nome do Josué”, observou.

Segundo Melo, o mérito pela indicação é o consenso criado por Josué em torno do seu nome. “O mérito é do próprio Josué, que construiu isso entre os pares deles. Essa escolha coletiva pelo nome dele me agrada. E se for para eu ajudar para construir isso, eu estou preparado. Nem eu, nem o Omar Aziz temos nenhuma queixa contra o Josué Neto à frente da Assembleia. Ele foi de uma cortesia conosco fundamental”, finalizou.

Tido como conciliador pelos colegas de parlamento, elogiado até pelos deputados da oposição, Josué Neto, caso seja reeleito, administrará um orçamento de R$ 510 milhões nos próximos dois anos. Ele também será o responsável por escolher as prioridades de votação na ALE.

Publicidade
Publicidade