Quarta-feira, 08 de Abril de 2020
Notícias

Jovem some em Itacoatiara (AM) após cair em rio na orla da cidade

Durante chuva, o estudante Marcos Vinicius teria mergulhado na forte correnteza do Rio Amazonas, que banha o município, em uma brincadeira entre amigos. Bombeiros fizeram buscas, mas o adolescente ainda estava desaparecido



1.jpg Parte da orla do rio Amazonas, em Itacoatiara
24/04/2014 às 22:57

O estudante Marcos Vinicius Gonzaga da Silva, 15 anos, está desaparecido desde as 16h desta quinta-feira (24) do município de Itacoatiara, a 176 quilômetros de Manaus, após ter pulado nas águas do rio Amazonas, possivelmente, em uma brincadeira na orla da cidade com outros estudantes. O jovem teria mergulhado na forte correnteza e não foi mais visto.

De acordo com o tenente João Miguel, do 2º Batalhão de Polícia Militar de Itacoatiara, Marcos Vinicius e os amigos dele estariam na orla durante a chuva que caiu no município. Horas antes, eles estavam na praça central, em um evento de gincanas escolares do colégio estadual Fernando Ellis Ribeiro, e correram das arquibancadas para a orla e o cais quando a chuva começou.



Ainda segundo a PM, apesar de estar brincando de pular na água do rio, o adolescente Marcos Vinicius não saberia nadar. Quando perceberam o sumiço do garoto, a polícia e o Corpo de Bombeiros foram acionados e as buscas começaram. O desaparecimento de outros adolescentes não foi confirmado. Quatro bombeiros, entre mergulhadores e especialistas em resgate, trabalhavam no local.

"Ali a correnteza é forte, tem muita pedra. E agora o rio está cheio. Muita gente já sumiu ali e alguns nunca foram encontrados. Uma vez, sumiram três moças. Uma foi salvar a outra, que foi salvar a outra, e ninguém nunca apareceu”, disse a supervisora de cozinha Ana Ruth Fernandes, antiga moradora de Itacoatiara. Até o momento, os bombeiros ainda faziam buscas.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.