Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2020
RIVIERA

Justiça autoriza despejo de advogada presa por furto de energia

O processo alega que a advogada deve valores referentes ao IPTU e taxas condominiais não pagos há cinco anos



77559523_56D1654C-7BEE-47E4-86B5-99757200C289.jpg Foto: Reprodução
15/12/2019 às 18:23

A advogada Janeyla Santos recebeu, neste sábado (14), ordem de despejo imediato do apartamento onde mora, localizado no Condomínio Riviera, na Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus.

Segundo os autos constantes na decisão do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM) foi determinada a imediata imissão de posse do imóvel, por parte da própria construtora. A decisão, assinada pela desembargadora Joana dos Santos Meirelles, pede também o auxílio da força policial, caso necessário.



Janeyla e seu marido, Severino Jailson Mendes de Castro, foram presos na última terça-feira (10), no mesmo apartamento alvo da ação, por furto de energia contra a empresa Amazonas Energia.

O processo alega que a advogada deve valores referentes ao IPTU e taxas condominiais não pagos há cinco anos, bem como débitos em aberto juntos à empresa Amazonas Energia, que ultrapassam R$40 mil.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.