Segunda-feira, 22 de Abril de 2019
publicidade
marceloca_541FCDCA-3272-4C01-BE94-663910D0FA4D.jpg
publicidade
publicidade

DECISÃO

Justiça de Goiás determina prisão de João de Deus, médium acusado de abusos sexuais

Até ontem (13), a força-tarefa criada para apurar as acusações já havia recebido 330 mensagens e contatos mulheres que afirmam ser vítimas dele


A Secretaria de Segurança Pública de Goiás confirmou há pouco que o Tribunal de Justiça de Goiás acatou o pedido do Ministério Público de Goiás (MP-GO) e determinou a prisão do médium goiano João Teixeira de Faria, o João de Deus. Ele é alvo de denúncias de abusos sexuais.

A reportagem ainda não conseguiu falar com o advogado Alberto Toron, que defende o médium. O advogado protocolou ontem (13) pedido para que o tribunal autorizasse o médium a continuar os atendimentos na Casa Dom Inácio Loyola, em Abadiânia.

Até esta quinta-feira, a força-tarefa criada pelo Ministério Público estadual para apurar as acusações de abusos sexuais contra João de Deus já havia recebido 330 mensagens e contatos por telefone de mulheres que afirmam ser vítimas de crimes sexuais praticados pelo médium.

Promotorias de Justiça Criminais do Ministério Público de outros estados também estão recebendo denúncias e auxiliando o Ministério Público de Goiás na apuração, colhendo os depoimentos das denunciantes que não moram em Goiás.

publicidade
publicidade
Três motoristas são presos em Manaus durante operações da Lei Seca
Justiça decreta prisão de três pessoas pelas mortes na Muzema, no RJ
publicidade
publicidade
publicidade
publicidade

publicidade
publicidade

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.