Publicidade
Cotidiano
Notícias

‘Lei Seca’ será intensificada no fim de semana

A Polícia Civil do Amazonas se fará presente em todo o Estado. Cerca de 1.100 policiais civis, entre delegados, investigadores e escrivães de polícia foram convocados. Desses, 600 atuarão na capital e 500 nos municípios do interior 24/10/2014 às 21:27
Show 1
A fiscalização em bares se estende das 22h de sábado até as 18h de domingo
ACRITICA.COM Manaus (AM)

A Polícia Civil reforçou o efetivo das delegacias da região metropolitana para atender a demanda, tanto dos eventos de comemoração ao aniversário de Manaus, quanto do 2º turno da eleição. Com o objetivo de prevenir possíveis acidentes de trânsito causados pelo consumo de bebida alcoólica e evitar violências de modo geral no período da eleição, a Polícia Civil do Amazonas vai deflagrar hoje, a partir das 22h até 18h de amanhã, a operação “Lei Seca”, que consiste na fiscalização dos estabelecimentos comerciais, bares e lanchonetes de Manaus.

A medida obedece a Portaria nº 001/2014 e a Portaria Externa 001/2014/SSP, assinadas, em setembro deste ano, pela Secretaria de Segurança Pública do Estado do Amazonas (SSP-AM) e o Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE-AM), que proíbe a venda de bebidas alcoólicas durante o pleito eleitoral.

Aproximadamente de 300 policiais civis devem participar da operação, que ocorrerá em todas as regiões da cidade, e contará com o apoio do Comando de Policiamento Especializado (CPE), que cederá equipes para dar apoio em cada zona da cidade.

A concentração para o início da operação ocorrerá às 21h, no Centro Integrado de Comando e Controle (CICC), da Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM), situado na avenida André Araújo, ao lado do Centro Integrado de Operações de Segurança (Ciops), bairro Aleixo, na Zona Centro-Sul.

O Diretor de Polícia Metropolitana (DPM), Emerson Negreiros, destacou que a segurança contará com o suporte aéreo do helicóptero da instituição. “O Grupamento de Operações Aéreas estará sobrevoando todas das zonas da capital e ainda dos municípios da Região Metropolitana”, afirmou.


Publicidade
Publicidade