Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019
Notícias

Leilão da Receita Federal no Amazonas traz itens de luxo

Alguns itens extremamente finos como relógios, vinhos e perfumes de grife estão disponíveis no primeiro leilão da Receita Federal neste ano, com preços iniciais atraentes



1.jpg Vinhos importados foram avaliados antes de entrarem no leilão
06/04/2013 às 18:40

Qualquer apreciador de vinhos teria muita satisfação em ter na adega garrafas do Almaviva 2008, considerado um dos melhores vinhos chilenos. O problema é o preço: em torno de R$ 900, a unidade. Mas isso deixa de ser obstáculo com o leilão que a Receita Federal realizará na próxima quinta-feira. O lote 62 tem seis garrafas da famosa safra, além de 24 unidades de Dom Melchior 2008. O lance mínimo é R$ 4,5 mil, o que dá apenas R$ 150 por garrafa, uma pechincha inédita.

 Além de vinhos finos portugueses, franceses e chilenos, a Receita vai leiloar outros produtos de griffe como relógios Michael Kors, bolsas Hermés e perfumes de marcas como Armani e Dolce & Gabanna. Os lotes podem ser visitados até o dia 10, no Terminal de Cargas III (Teca III), no Aeroporto Eduardo Gomes.



O sommelier Joaquim Nogueira avaliou os lotes de vinhos e, no geral, gostou do que viu. O ótimo preço mínimo e idade recente das garrafas - que reduz os riscos de descaracterização das bebidas - tornam o lote 62 uma boa oportunidade para varejistas.

Os itens do lote 64 são ainda mais exclusivos, com vinhos de guarda (aqueles que ficam melhores à medida que envelhecem) com idade média de 30 anos. São 427 garrafas de safras consagradas, como o Château Latour 1975. O item é dificílimo de se encontrar e chega a custar em torno de R$ 5 mil, a unidade. Doze garrafas daquela safra estão incluídas nesse lote, que tem lance mínimo de R$ 200 mil.

Parece salgado, mas considerando que o custo médio por garrafa fica em R$ 468, enquanto o preço médio de mercado gira em torno de R$ 3 mil, a unidade, pode-se dizer que o arrematante terá condições de ganhar até seis vezes o valor do seu investimento quando revender os produtos.

Itens de griffe

Além dos vinhos, outros itens oferecem excelente oportunidade de negócios. Entre eles está o lote 06, com duas bolsas femininas da marca chique Hermés. Os preços dessas bolsas variam entre R$ 10 mil e R$ 40 mil, mas o lote da Receita tem lance mínimo de apenas R$ 400. “Está de graça, quero participar deste leilão”, disse a designer de joias Jéssica Sabbá Tayah. A apresentação de ofertas de compra podem ser feitas até o dia 10 (veja à direita).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.