Domingo, 22 de Setembro de 2019
Notícias

Leonel Feitoza assiste a primeira aula do curso de reciclagem do Detran-AM

O Curso que será frequentado pelo novo diretor-presidente do Detran até o dia 15 de março, tem carga horária de 30h



1.jpg Leonel Feitoza frequenta aulas de reciclagem
04/03/2013 às 22:51

No primeiro dia de aula do curso de reciclagem do Departamento Nacional de Trânsito no Amazonas (Detran-AM), o diretor-presidente da instituição, Leonel Feitoza estava atento às aulas de Código de Trânsito Brasileiro ministradas na noite desta segunda-feira (04). Isto porque Feitoza possui multas de trânsito que somadas acumulam a perda de 33 pontos em sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

“Embora os pontos não sejam meus, decidi frequentar as aulas, para acabar de vez com essa polêmica relativa a coisas pequenas de quem quer falar de uma administração que está começando agora. E acredito que estas aulas sejam importantíssimas para qualquer condutor”, disse Leonel.

O curso que será frequentado pelo novo diretor-presidente do Detran até o dia 15 de março tem carga horária de 30h. Na sala de aula mais de 40 alunos estavam presentes.


O curso é dividido em aulas de Legislação de Trânsito, Direção Defensiva, Noções de Primeiros Socorros e Relacionamento Interpessoal.

Segundo Leonel, no ano de 2012, 1.878 pessoas concluíram este curso e 138 desistiram. Durante uma explicação e outra, enquanto a instrutora orientava os alunos sobre recursos para solicitação de sinalização, como pedido de faixa de pedestre, em algum ponto na cidade, Feitoza desabafou. “As autoridades precisam ser mais sensíveis a este respeito. Na época em que era vereador, cheguei a entregar vários projetos com relação a isto. Sem contar os redutores de velocidade, que mudavam do dia para a noite o limite de velocidade, sem que a população fosse avisada”.

Na época em Leonel estava na Câmara Municipal de Manaus (CMM), o responsável pelo Manaustrans era Walter Cruz.

Projetos Detran

Em entrevista ao acrítica.com, Leonel disse que irá intensificar alguns pontos como a proteção de vidas e oferecer serviço de qualidade. “Já inicializamos sexta as operações da ‘Lei Seca’, onde foram apreendidos 117 veículos, 36 por álcool e seis presos em flagrante. Em sua maioria, jovens de 18 a 30 anos, ou seja, devemos começar por uma educação no trânsito. Vamos desburocratizar e descentralizar os serviços, para maior presteza e eficiência”, declarou. Sobre o Manaustrans, ele disse que buscará parcerias com o órgão futuramente.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.