Publicidade
Cotidiano
Notícias

Levantamento da Defesa Civil aponta que 5 mil famílias são afetadas por conta da estiagem

O cenário de estiagem é incomum para a época, segundo especialistas a previsão é que no segundo semestre do ano, a situação possa ficar ainda pior 19/02/2016 às 18:59
Show 1
Um dos municípios que decretou situação de emergência, São Gabriel sofre com falta de chuvas e a seca do rio Negro
Marcela Moraes Manaus (AM)

A Defesa Civil do Amazonas realizou um levantamento nos municípios Presidente Figueiredo e Santa Isabel do Rio Negro e São Gabriel da Cachoeira -estes  na calha do Alto Rio Negro -  que decretaram situação de emergência e  constatou a existência de  5.478 mil famílias afetadas pela falta de chuvas neste período do ano.

Segundo informações da Defesa Civil, a previsão é de que até a próxima semana será anunciado um plano de ação estabelecendo  um quantitativo de ajuda humanitária a ser enviada para estes municípios que estão em Situação de Emergência por conta da estiagem.

De acordo com o secretário da Defesa Civil do Amazonas,  Fernando Pires Junior, todos os esforços estão sendo direcionados para atender aos municípios que decretaram Estado de emergência neste início de processo. “Estamos definindo o cronograma de atendimento aos afetados e finalizando o nosso plano de contingência para pôr em prática, as ações de resposta ao desastre nesses municípios”, enfatizou.

O cenário de estiagem é incomum para a época, segundo especialistas a previsão é que  no segundo semestre do ano, quando inicia o verão no Amazonas, a situação possa ficar ainda pior .

A estiagem está tão rigorosa no Estado que alguns rios amazonenses estão secando. Esta situação acontece em pleno período de inverno na região onde os rios deveriam estar enchendo. Alguns órgãos de proteção ambiental têm se preocupado também com o aumento do desmatamento e das queimadas.

Para evitar esses desastres um termo de cooperação, cujo compromisso é o combate a queimadas e ao desmatamento, além de intensificar ações para o Cadastro Ambiental Rural (CAR), será firmado entre o Sistema de Meio Ambiente do Amazonas e as secretarias municipais de Meio Ambiente de todo o Estado.

O documento, apresentado na última quinta-feira no Fórum Permanente de Secretários Municipais de Meio Ambiente, deve ser assinado por todos os municípios nos próximos dias. Sobre as queimadas, a situação mais grave é registrada no Município de Barcelos, também na calha do rio Negro.

Publicidade
Publicidade