Sábado, 16 de Outubro de 2021
Perseguição

Líder de grupo extremista vinculado ao Estado Islâmico morre em troca de tiros

Ali Kalora era líder dos Mujadines da Indonésia e morreu no embate com as forças de segurança na floresta da ilha de Celebes



Ali_Kalora_984D6671-05F5-47D9-9206-D112FCAAA201.jpg Imagem antiga e a atual de Ali Kalora. Foto: Divulgação
News thumb afp d084093c bf21 4ede 853c 0cfb6068260d AFP
19/09/2021 às 09:08

O líder de um grupo extremista indonésio vinculado ao Estado Islâmico (EI) morreu em uma troca de tiros com as forças de segurança na floresta da ilha de Celebes, informou a polícia da Indonésia neste domingo (19).

Ali Kalora, líder dos Mujadines da Indonésia Oriental (MIT), foi assassinado no sábado junto com outro membro do grupo identificado como Jaka Ramadhan, segundo o chefe da polícia provincial de Celebes Central, Rudy Sufahriadi.

A polícia disse que iniciou uma perseguição de outros quatro membros do MIT. "Seguiremos buscando até encontrá-los", afirmou Sufahriadi.

Designado como organização terrorista pelos Estados Unidos, o MIT é um das dezenas de grupos radicais do arquipélago do sudeste asiático que pometeram lealdade ao EI.

Após uma série de atentados extremistas islâmicos, no início da década de 2000, incluindo os atentados de Bali de 2002 em que mais de 200 pessoas morreram, as autoridades indonésias lançaram uma ofensiva que fragilizou as redes mais perigosas do país com a maior população muçulmana do mundo.

 




Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.