Publicidade
Cotidiano
Campanha

Liga Amazonense Contra o Câncer lança campanha de arrecadação

Na prática, a campanha funciona da seguinte forma: no ato da doação, articulada via call center, o contribuinte indica outros três amigos que possam aderir à causa 14/07/2016 às 15:03
Show  ndice
A campanha tem objetivo de ampliar a arrecadação da entidade de cunho filantrópico, mantida para auxiliar pacientes oncológicos de baixa renda no Amazonas
acritica.com

A Liga Amazonense Contra o Câncer (Lacc) acaba de lançar a campanha “Triplique essa ideia”, com o objetivo de ampliar a arrecadação da entidade de cunho filantrópico, mantida para auxiliar pacientes oncológicos de baixa renda no Amazonas. Na prática, a campanha funciona da seguinte forma: no ato da doação, articulada via call center, o contribuinte indica outros três amigos que possam aderir à causa.

“A intenção é alcançar uma margem financeira que garanta a manutenção da nossa hospedaria, situada na sede da Liga, no Dom Pedro (zona Centro-Oeste de Manaus). Aumentando o número de contribuintes, ampliaremos os benefícios aos pacientes com câncer atendidos pela ONG, e que na maioria das vezes, não recebem outro tipo de auxílio”, explicou a diretora administrativa da Lacc, enfermeira Marília Muniz.

Muniz destaca que as principais formas de doação são através de mensageiros, agendados pelos telefones da entidade (call center 2101-4949 e 2101-4900), e depósito ou transferência bancária para a conta-corrente 691.017-3, agência 0482-0, CNPJ 044991820001-48, Bradesco.

De acordo com ela, a entidade tem, atualmente, cerca de 13 mil contribuintes fixos cadastrados no seu banco de dados. Em junho deste ano, eles geraram uma receita aproximada de R$ 272 mil. A pesar de ter sido superior à arrecadação de maio de 2016, no comparativo com o mesmo mês de 2015, quando as doações alcançaram a marca de R$ 287,4 mil, a ONG amargou uma queda de 5,3%, o equivalente a - R$ 15,4 mil.

Ainda assim, o valor doado pela sociedade ajudou na promoção de ações fundamentais para a continuidade do tratamento de inúmeros pacientes oncológicos na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCecon). “Os recursos foram empregados no custeio de aluguéis sociais, viabilizando abrigo às famílias oriundas do interior do estado; aquisição de cestas básicas e manutenção do transporte para pacientes de baixa renda, além de auxílios diversos à Fundação Cecon, por exemplo”, destacou.

Prevenção

Além disso, ações de cunho preventivo, como palestras sobre os fatores de risco do câncer, entre outras temáticas, também foram viabilizadas pela Lacc, através do apoio de pessoal prestado ao Departamento de Prevenção e Controle do Câncer (DPCC), da FCecon.

“Acreditamos que, ao levarmos esse tipo de informação às escolas públicas, fábricas do Distrito Industrial e empresas privadas em geral, contribuímos para que as pessoas evitem o desenvolvimento do câncer, doença que, além do fator hereditário, tem como principais influências os fatores de risco externos e ambientais. Assim, reforçamos a importância da prevenção, para que a população se afaste ao máximo da estatística do câncer no futuro”, concluiu Muniz.

*Com informações da assessoria de comunicação.

Publicidade
Publicidade