Publicidade
Cotidiano
Notícias

Maduro anuncia que Venezuela quer acolher 20 mil sírios

Presidente venezuelano afirmou que refugiados da Síria podem se juntar “grande comunidade síria” que já vive no país 08/09/2015 às 09:30
Show 1
Nicolás Maduro disse sentir “dor” em relação à situação do povo sírio
Agência Lusa Caracas

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou nessa segunda-feira (7) que seu país quer acolher 20 mil sírios, de modo a que se juntem à “grande comunidade síria” que já vive no país.

“Pedi à ministra dos Negócios Estrangeiros [Delcy Rodríguez] que se reúna com a comunidade síria [e a informe que a] Venezuela vai acolher 20 mil compatriotas sírios na diáspora”, anunciou Maduro, durante um Conselho de Ministros no palácio presidencial de Miraflores.

O governante disse sentir “dor” em relação à situação do povo sírio, o qual a Venezuela “ama”, “respeita” e “conhece muito bem”.

“Quero que venham 20 mil sírios, famílias sírias, para a nossa pátria venezuelana, para partilharem esta terra de paz, esta terra de Cristo, de Bolívar, para trabalharem conosco e contribuírem, com o seu amor a Deus, para o desenvolvimento desta terra mágica”, disse.

Maduro faz este anúncio no mesmo dia em que a presidente do Brasil, Dilma Rousseff, disse que o seu país está “de braços abertos” para acolher refugiados sírios.

Publicidade
Publicidade