Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019
Notícias

Maior agilidade com digitalização nas Comarcas do interior do Amazonas

Virtualização dos processos no interior do AM propiciará à corregedoria do tribunal fiscalizar 24 horas a produção de juízes



1.jpg O corregedor Yedo Simões conta com um telão na sala dele no TJ-AM com os dados dos processos do interior
29/01/2013 às 08:41

A Corregedoria do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJ-AM) terá maior controle sobre o andamento de processos e a produção dos juízes no interior com a virtualização das comarcas. As duas consequências são apresentadas como parte das vantagens em ter os processos 100% digitalizados, de acordo com o corregedor do TJ–AM, Yedo Simões, e o diretor da Divisão de Tecnologia da Informação do órgão, Messias Andrade.

“Vamos fazer correições virtuais todos os dias sem deslocar equipe, o que representará uma economia ao tribunal. Para fazer correições vamos uma vez ao município, pagando diárias e passagens a seis, sete pessoas. E às vezes não conseguimos fechar o Estado todo”, declarou Yedo Simões.



A meta do TJ-AM é que todas as comarcas do interior estejam utilizando o sistema até outubro e que os 900 mil processos que tramitam no interior sejam digitalizados até janeiro de 2014.

De acordo com Messias Andrade, como o número de juízes no interior do Amazonas é insuficiente, o sistema representará maior celeridade nas ações. “O juiz de Envira, Rafael Lima, que responde hoje pelas comarcas de Iranduba e Envira poderá despachar processos referentes aos dois municípios de qualquer uma dessas cidades.

(A íntegra deste conteúdo está disponível para assinantes digitais ou na versão impressa).


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.