Segunda-feira, 24 de Junho de 2019
Notícias

Maior parte da bancada amazonense na Câmara dos Deputados foi contrária à MP 665

Cinco dos oito deputados federais do Amazonas votaram "não" ao projeto de lei de conversão. Apenas Alfredo Nascimento, Átila Lins e Silas Câmara permaneceram com o Governo Federal, que conseguiu a aprovação com uma margem de 25 votos



1.jpg As duas maiores bancadas da Câmara – PMDB e PT – definiram apoio à medida provisória. Por outro lado, os partidos de oposição tentam retirar a matéria de pauta
06/05/2015 às 21:18

Por 252 votos sim, 227 não e uma abstenção, o Governo Federal conseguiu aprovar o texto principal da Medida Provisória (MP) 665/14, que altera as regras de acesso ao seguro-desemprego, abono salarial e seguro-defeso.

Embora o Governo tenha vencido por uma margem de 25 votos, a bancada amazonense, em sua maioria da base aliada, foi contrária à MP. Apenas os deputados Alfredo Nascimento, Átila Lins e Silas Câmara votaram "sim" ao projeto de lei de conversão.

Disseram "não" os oposicionistas Arthur Bisneto, Hissa Abrahão e Pauderney Avelino. Acompanharam a oposição os "governistas" Conceição Sampaio e Marcos Rotta.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.