Publicidade
Cotidiano
Notícias

Maioria dos ganhadores da Nota Fiscal Amazonense ainda não se cadastrou para receber prêmios

Consumidores têm 90 dias a contar da data do sorteio para receber o prêmio.  No cadastro, o consumidor informa dados pessoais, incluindo a conta bancária e o número do CPF e também indica a instituição social que ganhará o equivalente a 40% do valor sorteado 16/08/2015 às 21:55
Show 1
Foram emitidas mais de 1 milhão de notas fiscais com o CPF
acritica.com* Manaus (AM)

Aproximadamente 55% dos ganhadores dos prêmios instantâneos da Nota Fiscal Amazonense ainda não se cadastraram no portal da Campanha de Cidadania Fiscal do Governo do Amazonas, no endereço www.nfamazonense.sefaz.am.gov.br. O cadastro é fundamental para que o valor sorteado de forma instantânea, ou seja, válido para compras de qualquer valor com o CPF na nota fiscal, seja pago ao ganhador.

Como os prêmios são em dinheiro, explica o coordenador da Campanha, o auditor fiscal da Secretaria de Estado da Fazenda do Amazonas (Sefaz-AM), Augusto Bernardo, o consumidor precisa informar o número de sua conta bancária onde deseja que o valor seja depositado. “Os consumidores têm 90 dias a contar da data do prêmio para recvebê-lo. E é importante se cadastrar o quanto antes para que também participem das demais modalidades de premiação”.

Augusto Bernardo se refere aos prêmios mensais, de até R$ 30 mil - sorteados no final de cada mês, e ao prêmio especial de fim de ano, que distribuirá valores em dinheiro de até R$ 50 mil. Nos prêmios instantâneos, 101 consumidores são agraciados a cada dia. São 100 sorteios de R$ 50 e um 1 de R$ 1 mil diariamente, de segunda-feira a segunda-feira, destaca o coordenador da Nota Fiscal Amazonense.

No cadastro, o consumidor informa dados pessoais, incluindo a conta bancária e o número do CPF e também indica a instituição social que ganhará o equivalente a 40% do valor sorteado. As entidades sociais listadas foram previamente selecionadas pelas secretarias de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Seped) e da Assistência Social (Seas). É com esse registro que o consumidor pode concorrer a todas as modalidades de prêmios, além de ajudar entidades sem fins lucrativos.

Desde quando começou a Campanha, no dia 3 deste mês, 1.212 consumidores foram premiados com valores instantâneos, de R$ 50 e R$ 1 mil. No final desse mês, os primeiros sorteios com valores de até R$ 30 mil. Quem não for sorteado até dezembro, concorrerá com todas as notas fiscais à premiação especial de até R$ 50 mil. A cada R$ 50 em compras, um bilhete eletrônico é gerado em nome do titular do CPF registrado na nota.

Alerta

A Coordenação da Campanha Nota Fiscal Amazonense alerta a sociedade sobre postagens feitas nas redes sociais que não ajudam em nada e que desinformam a população.

“A nossa Campanha é estadual e não federal. O uso do CPF é unicamente para a segurança do consumidor, impedindo que suas compras sejam registradas por outras pessoas e garantindo que seus prêmios sejam depositados exclusivamente em sua conta bancária”, ressalta o coordenador da Campanha, Augusto Bernardo.

Segundo ele, o cadastro também permite ao participante acompanhar em tempo real suas notas, bilhetes e prêmios, no portal da Campanha. Todas as transações no site são seguras, criptografadas e as informações são protegidas por sigilo fiscal. Em caso de dúvidas, acrescenta Augusto, o consumidor deve ligar para os telefones da Campanha: 2121-1689/1732.

A Sefaz informa que os prêmios instantâneos (diários), que são sorteados desde o dia 03 de agosto (início da Campanha), e que acontecem por nota, e não por valor, podem sair para pessoas cadastradas ou não.

É fundamental que todos se cadastrem com a maior brevidade possível, para poder visualizar, em tempo real, todos os prêmios a que cada cidadão tiver direito. Quem não possuir computador para se cadastrar pode procurar um dos 7 PACs com posto da Sefaz, onde poderá realizar o seu cadastro e imprimir o seu cartão com o número do CPF e o código de barras para facilitar a leitura. Isso também é feito na sede da Sefaz, no Aleixo.

Ao ser contemplado, caso o cidadão não tenha conta bancária, o Banco Central permite que seja aberta uma conta chamada de "Serviços Essenciais", sem tarifa bancária. Basta que o sorteado procure uma agência do Bradesco ou do Banco do Brasil (parceiros da Campanha) para abrir a conta e receber o seu prêmio.

*Com informações da assessoria

Publicidade
Publicidade