Segunda-feira, 09 de Dezembro de 2019
Notícias

Mais de 100 veículos são apreendidos em operação durante o Festival de Cirandas, no AM

Casos de embriaguez foram destacados pelo Detran como os mais recorrentes. Operação também identificou 23 menores de idade ao volante



1.jpg Posto do Batran montado na ponte Rio Negro estima saída de 16 mil veículos da capital
30/08/2015 às 19:20

Até a tarde deste domingo, mais de 100 veículos haviam sido apreendidos pelo Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran-AM) em operação que acontece em Manaus e Manacapuru (distante 84 quilômetros). Os maiores casos estão relacionados à embriaguez. Casos de menores ao volante também foram registrados.

De acordo com o órgão, até as 13h de hoje o balanço geral informava a retenção de 128 veículos, sendo 53 carros  e 75 motocicletas. Um carro roubado foi recuperado. Cerca de 70 agentes do Detran e Batran estão nas ruas.



Segundo o órgão, no meio das irregularidades encontradas, os casos mais comuns foram de licenciamento em atraso, motoristas sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e principalmente condutores sob o efeito de bebidas alcoólicas. Para este último, o Detran registrou 67 casos.

O Detran também identificou 23 menores de idade ao volante. Sobre essas situações, o órgão afirma que todos os pais serão notificados.

Os motoristas com sinais de embriaguez ao volante pagarão uma multa no valor de R$ 1.915 e terão o direito de dirigir suspenso por 12 meses. Em casos de reincidência, o valor da multa dobra e a CNH poderá ser cassada. 

Todos os veículos serão encaminhados ao parqueamento do Detran, em Manaus. A operação deve se encerrar na madrugada desta segunda-feira (31).

Milhares saem da capital

De acordo com estimativa do Centro Integrado de Comando e Controle da Polícia Militar do Amazonas, o fluxo de veículos na rodovia Manoel Urbano triplicou em relação a fins de semanas normais. Conforme o órgão, mais de 16 mil veículos deixaram a cidade com destino a Manacapuru.

Para o supervisor da Agência Reguladora de Serviços Públicos do Amazonas (Arsam), Wellington Abtibol, o fim do mês favorece o aumento. "Esse final de semana coincide também com o final de mês, quando muita gente, os assalariados, já receberam o seu dinheiro e aproveitam para gastar no passeio com a família", disse.

*Colaborou a repórter Natália Caplan


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.