Domingo, 26 de Maio de 2019
Notícias

Mais de 150 mil imigrantes chegaram à Europa e quase 2 mil morreram na travessia

Travessia perigosa é feita pela região do Mediterrâneo. Dados são de 2015 e foram divulgados pela a Organização Internacional para as Migrações (OIM)



1.jpg
Nações Unidas exigem resposta das autoridades sobre drama da imigração
10/07/2015 às 16:32

Mais de 150 mil imigrantes chegaram à Europa por meio do Mediterrâneo desde o início do ano e quase 2 mil morreram durante a perigosa travessia, informou hoje (10) a Organização Internacional para as Migrações (OIM).

Os números divulgados pela OIM surgem no momento em que as Nações Unidas exigem “uma resposta coletiva e consequente da Europa” perante o drama dos imigrantes.

Entre os destinos mais frequentes, está na Grécia, (sobretudo as muitas ilhas do país), que, desde janeiro, já acolheu cerca de 77 mil pessoas, mais do que durante todo o ano de 2014.

“Em média, mil pessoas desembarcam diariamente nas ilhas gregas, na maioria fugindo da guerra na Síria”, disse William Spindler, porta-voz do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados.

A Itália, até agora destino da maioria dos barcos superlotados de imigrantes, recebeu 75 mil pessoas desde o início do ano.

“A Grécia tem necessidade de ajuda urgente e esperamos que a Europa intervenha”, apelou William Spindler, acrescentando que Macedônia e Sérvia são as etapas seguintes desses imigrantes, que procuram chegar aos países do Norte da Europa.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.