Sexta-feira, 24 de Maio de 2019
Notícias

Mais de 400 pessoas participam do curso de capacitação em audiência de custódia

A “Audiência de Custódia” foi criado no início deste ano pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ)



1.jpg
A formação teve início na manhã desta quinta-feira (9), no auditório José Ferreira Lopes, no prédio anexo do Tjam
09/07/2015 às 15:59

Juízes, promotores, defensores públicos, advogados e policiais civis e militares do Amazonas estão participando do curso piloto de capacitação em “Audiência de Custódia” promovido pelo Tribunal de Justiça do Amazonas (Tjam). A formação teve início na manhã desta quinta-feira (9), no auditório José Ferreira Lopes, no prédio anexo do Tjam, localizado na avenida André Araújo, Aleixo, Zona Centro-Sul.

O Tjam informou que são mais de 400 pessoas que estão participando da capitação. A “Audiência de Custódia” foi criado no início deste ano pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ). A ideia da audiência é poder colaborar com a diminuição do número de carcerários de todas as prisões do país.

Como os dados nacionais apontam o Amazonas como o segundo estado com mais presos nas penitenciárias, a coordenadora do projeto, a juíza Etelvina Lobo Braga, se dedicou para que o Amazonas fosse o primeiro estado do Norte a implantar o projeto piloto.

O programa incide encaminhar o autuado em flagrante no período máximo de 24h ao juízo e defensoria pública, para que realmente deixe em carcerários aqueles que realmente cometeram delitos graves.

Nesta manhã, a programação trouxe dos palestrantes convidados para abordar sobre o tema, entre eles o doutro e mestre em Direito Processual Penal, Gustavo Badaró e o assessor de relações institucionais da Polícia Civil do Rio de Janeiro, Gilbert Stivanello.

A programação se estende para hoje à tarde e durante todo o dia de amanhã. De acordo com a coordenadora do projeto, a juíza Etelvina Lobo, novos rumos vão ser adotados após a conclusão deste curso de capitação, previsto para agosto deste ano. "Estamos realizando todos esses procedimento, para que realmente sejamos um modelo a ser seguido por toda região norte, pois precisamos diminuir a entrada de presos e aumentar a saída, para que esse dinheiro que é gastos sejam investido em saúde e educação no nosso país", reforçou.



Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.