Domingo, 29 de Março de 2020
NOVIDADES NO ENSINO

Mais de 440 mil estudantes da rede estadual do AM voltam às aulas

Ano letivo 2020 inicia hoje na rede estadual do Amazonas, que aplicará a nova Base Nacional Comum Curricular



AAEAWEAWE_F01BDD16-A84A-4E1C-A136-97089EA02CAD.JPG Foto: Arquivo/AC
06/02/2020 às 07:37

A partir deste ano, as diretrizes da nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC) começarão a fazer parte das estratégias pedagógicas nas escolas estaduais do Amazonas. O ano letivo começou hoje, com aproximadamente 440 mil estudantes matriculados em 599 unidades de ensino do Estado.

As mudanças nas práticas pedagógicas e metodológicas estão sendo discutidas desde o ano passado entre Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc), gestores e professores. No entanto, foram reforçadas durante os três dias de Jornada Pedagógica 2020 que encerrou ontem, no Centro de Convenções do Amazonas Vasco Vasques, Zona Centro-Sul de Manaus.



“Este é o momento em que nós nos reunimos para tematizar àquilo que é mais fundamental no ano letivo de 2020, que neste caso é a BNCC e também o Referencial Curricular Amazonense (RCA) aprovada pelo Conselho Estadual de Educação (CEE/AM), no ano passado”, destacou o secretário Executivo Pedagógico da Seduc, Raimundo Barradas.

O RCA foi criado com base nas normativas da BNCC e começará, neste ano, a ser integrado nas escolas. O documento servirá como norte para que as instituições de ensino municipais, estaduais e privadas se adequem às mudanças e desenvolvam as suas especificidades, mudanças de estrutura curricular e projetos pedagógicos.

“Começamos, primeiramente, com a formação dos professores e depois com o currículo em si adentrando a grade curricular e efetivamente, será aplicado nas atividades de ensino e aprendizagem dos nossos alunos”, comentou ele, acrescentando, em suma, que a estratégia trata-se de um novo currículo para as escolas do Amazonas.

A coordenadora Distrital da Zona Norte, professora Miriam Verdes, afirma que as mudanças nas práticas pedagógicas costumam ser discutidas de maneira democrática entre gestão e professores. De acordo com ela, a nova estratégia os permitirá a construção de atividades mais voltadas à realidade do Amazonas.

“Esses três dias não são suficientes para estudarmos a BNCC. Inclusive, no nosso planejamento do Distrito Sete já foi colocado em pauta a realização de fóruns. Podemos trabalhar o assunto nos reuniões pedagógicas e em formações com professores e gestores. É um processo democrático, no qual foram discutidas em todas as instâncias das escolas e agora, com o documento aprovado vamos adequar as demandas das unidades”.

Nova estratégia

A BNCC é um documento que determina as competências, as habilidades e as aprendizagens essenciais que todos os alunos devem desenvolver durante cada etapa da educação básica – Educação Infantil, Ensino Fundamental e Ensino Médio. A BNCC também determina que essas competências, habilidades e conteúdos devem ser os mesmos, independentemente de onde as crianças, os adolescentes e os jovens moram ou estudam.

O documento é um conjunto de orientações que vão nortear as equipes pedagógicas na elaboração dos currículos locais. 

Diário Digital nas escolas municipais

As aulas na rede pública municipal iniciaram ontem, em todas as 500 escolas de Manaus. Até o momento, conforme a Secretaria Municipal de Educação (Semed), o ano letivo inicia com 238.186 alunos matriculados. Outras 10.568 matrículas  ainda não foram confirmadas pelos responsáveis.

O maior número de alunos matriculados na rede municipal são do Ensino Fundamental 1, que corresponde do 1º ao 5º ano, com 120.788 crianças. Das mais de 60 mil vagas disponíveis para novos alunos, 42.559 foram preenchidas.

Em termos de metodologia, a Semed afirmou que algumas ações implantadas nos anos anteriores terão continuidade em 2020. Exemplo disso, continua  o trabalho desenvolvido intitulado de Gestão Integrada de Educação – Avançada (Gide-Avançada). A estratégia busca elevar a qualidade da educação, com a melhoria do processo de ensino e aprendizagem, a redução do abandono escolar e das taxas de insucesso escolar, compostas por índice de reprovação e abandono.

Será implantado, neste ano, o Diário Digital, um instrumento para o registro das atividades pedagógicas do professor em que constará o registro dos conteúdos ministrados em sala de aula, a frequência e notas dos alunos. Todos os dados poderão ser lançados via celular, tablete ou computador e serão integradas com o Sistema Integrado de Gestão Escolar (Sigeam), o que dará celeridade ao envio das informações, facilitará as atividades dos docentes, pedagogos e gestores, bem como o desenvolvimento das atividades fins.

Conteúdo  interdisciplinar e regional

Reformulada no ano de  2018, a  Base Nacional Comum Curricular estabelece conhecimentos, competências e habilidades que visam garantir a formação integral dos indivíduos. Estas competências, conforme o Ministério da Educação (MEC), preveem “a formação de alunos críticos, participativos e responsáveis, capazes de se comunicar, lidar com as próprias emoções e propor soluções para problemas e desafios”.  A BNCC pretende unificar conteúdos básicos, que devem ser ensinados em todo o País e que correspondem ao currículo obrigatório de todas as escolas.

“O País todo está passando por uma reformulação no modo de educar. Os espaços das salas de aula não são mais os únicos para o ensino e aprendizagem. Nós podemos ensinar nas praças, nos museus, podemos propor temas voltados para saúde em sala de aula, por exemplo, o Corona Vírus”, afirmou o secretário Executivo Pedagógico da Seduc, Raimundo Barradas, para A CRÍTICA, ontem pela manhã,  durante o encerramento da Jornada Pedagógica 2020.


Jornada Pedagógica 2020 foi realizada durante três dias em Manaus. Foto: Tácio Melo/Secom

Além dos componentes básicos e comuns em todo o Brasil, a estratégia pretende que os ensinamentos tradicionais e regionais continuem sendo passados aos alunos, correspondendo à parte diversificada do currículo escolar feito de maneira conjunta entre a equipe escolar.

Ou seja, as escolas poderão acrescentar ao seu Projeto Político Pedagógico (PPP) o que for característico de cada comunidade, região, sem deixar de lado os direitos dos alunos previstos na base nacional.

“Nós temos a preocupação do cumprimento do currículo e de como ele como será construído. Por isso, é justamente no diálogo que podemos construí-lo da melhor forma. Esse é um processo de construção e eu avalio a acolhida do referencial curricular como positiva  por parte dos profissionais da educação”, acrescentou Barradas.

Para se uma noção, o objetivo não é planejar uma aula específica sobre as competências contempladas na base comum curricular, mas articular a sua aprendizagem à de outras habilidades relacionadas às áreas do conhecimento. As competências definidas pela BNCC englobam o aspecto do conhecimento; pensamento científico e crítico; repertório cultural; comunicação; argumentação; cultura digital; autogestão; autoconhecimento e autocuidado; empatia e cooperação; autonomia e responsabilidade.

Jornada pedagógica

E durante a Jornada Pedagógica, encerrada ontem, que professores e gestores traçaram suas metodologias, organização e planejamentos para o ano letivo de 2020.  O encontro que ocorreu nas escolas iniciou na última segunda-feira no Centro de Convenções Vasco Vasques. A cerimônia foi transmitida para o interior do Estado, via Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam). 

Durante os dias de encontros foram discutidos o plano de gestão, diário digital, planejamento semestral, autorização de direito de imagem, RCA, bullying, violência, drogas e doenças sexualmente transmissíveis, inclusão social, protagonismo juvenil, entre outros assuntos importantes e necessários para a formação dos estudantes.

News karol 2d8bdd38 ce99 4bb8 9b75 aaf1a868182f
Repórter de Cidades
Jornalista formada pela Uninorte. Apaixonada pela linguagem radiofônica, na qual teve suas primeiras experiências, foi no impresso que encarou o desafio da prática jornalística e o amor pela escrita.

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.