Segunda-feira, 27 de Setembro de 2021
Apoio financeiro

Mais de 50 imigrantes venezuelanos recebem apoio financeiro para empreender no AM

Iniciativa é da ONG Visão Mundial que doou cartões pré-pagos com fomento de R$ 1.630,00 para que os imigrantes possam empreender em terras amazonenses



veneza_1D039294-9169-493E-A586-CC6B70F1819D.JPG Foto: Arlesson Sicsú
15/07/2021 às 18:48

Um suporte financeiro pode mudar a vida de pequenos empreendedores. Pelo menos é o que acontece com os cinquenta e dois migrantes venezuelanos contemplados com o fomento no valor de R$ 1.630,00 para darem início a seus pequenos negócios na capital amazonense.

A iniciativa que apóia imigrantes a adentrarem novamente ao mercado de trabalho é da Visão Mundial, uma organização não governamental internacional de ajuda humanitária, através do projeto Ven, Tú Puedes, financiado pelo Escritório de População, Refugiados e Migração do Departamento de Estado dos Estados Unidos da América (PRM). 



O empreendedor Antonio Flores, 36, que mora em Manaus há dois anos, sonha em melhorar o próprio negócio. Ele era professor de matemática na Venezuela, e por conta da crise humanitária, mudou-se com a esposa para o Brasil, onde os dois começaram a trabalhar com massas para a produção de pasteis e pães. 

“A família da minha esposa tem uma tradição de fazer massas há 50 anos, então ela me ensinou a produzir nesses quatro anos que estamos longe da Venezuela. Nós passamos por muitas dificuldades, fomos ajudados por muitos brasileiros e hoje, produzimos salgadinhos para vender nas ruas”. 

Com os recursos financeiros repassados aos pequenos empresários, Antonio Flores pensa em investir na compra de um forno elétrico para ajudar a acelerar a produção de pães e consequentemente, vender mais. “Nós estamos doidos para comprar um forno para fazemos pães salgados e doces. O sonho é construir uma empresa que possa ajudar muita gente. Sonhamos em montar uma rede de massas”. 

A enfermeira Lizet Coronomoto Moritto, 51, atualmente é empreendedora no setor alimentício. Ela produz e vende bolos. A renda ajuda a família composta por quatro pessoas. “Quando cheguei no Brasil, eu morei primeiramente em Pacaraima, no estado de Roraima. Foi lá que me motivei a fazer bolos para vender. Como o meu esposo foi chamado para trabalhar em Manaus, nós nos mudamos para cá e foi aí que eu voltei a vende bolos e eu via que as pessoas gostavam”. 

Uma das maiores vontades da venezuelana é alugar um ponto para a venda de bolos. Hoje, ela trabalha em casa, no bairro da Paz, zona Centro-Oeste de Manaus. “Eu trabalho de casa mesmo, mas eu sonho em construir uma confeitaria, algo que eu possa crescer e ajudar a minha família”. 

As possibilidades de mudança de perspectiva e de vida surgiram através do projeto Ven, Tú Puedes que tem por objetivo capacitar migrantes e refugiados venezuelanos para o mercado de trabalho brasileiro. Além de treinamento profissional e aulas de português, a Visão Mundial Brasil atua no engajamento de empresas para que contratem refugiados e migrantes, por meio de conscientização e sensibilização. De acordo com a coordenação da Visão Mundial em Manaus, Dixon Guzamana, após a etapa de capacitação, os homens e mulheres migrantes têm de criar o modelo de negócio e apresentar para avaliação da coordenação do projeto, que avalia as ideias e planejamentos e, então, concede o capital semente como apoio para implementação.

“Eles passaram por uma capacitação de planejamento de negócios, marketing, educação financeira, entre outros, e depois de fecharem esse curso, nós entregamos um capital semente para que eles possam investir nos seus próprios negócios. Nós também orientamos que eles criem um CNPJ para formalizar o negócio deles”, comentou Dixon. 

“Mas o projeto não fecha aqui. Após eles receberem o capital, nós acompanhamos também com consultorias, visitamos os negócios deles para saber se tiveram alguma dificuldade, os capacitamos com palestras para fortalecer o negocio deles. A aprendizagem é constante”. 

Após receber o valor, o empreendedor pode utilizar o cartão pré-pago para compra de itens em estabelecimentos. Depois da concessão do capital, a coordenação do projeto realiza visitas presenciais, por dois meses, para orientação e apoio na gestão do negócio. As entregas de recursos ocorreram na quinta-feira (15) de julho e em junho, outras 50 pessoas foram atendidas com a doação.

Migrantes beneficiados

São 7.200 pessoas beneficiadas pelo Ven, Tú Puedes no Brasil. Desse contingente, 70% estão em Boa Vista (RR). As demais estão em São Paulo (SP) e em Manaus (AM). Os beneficiados com o recurso financeiro passaram por uma série de treinamentos, incluindo a Mentoria em Plano de Negócios, realizada em parceria com o Sebrae, e na Metodologia GOL.D (Grupos de Oportunidade Local e Desenvolvimento), criada pela Visão Mundial. 

No Amazonas, o público atendido é a população de refugiados e migrantes venezuelanos que está em abrigos. Já em São Paulo, a prioridade são migrantes que estão nos centros de acolhida voltados à população em situação de rua, mantidos pela prefeitura. Em Boa Vista, os refugiados venezuelanos prioritariamente atendidos pelo projeto estão vivendo em ocupações espontâneas em alta situação de vulnerabilidade.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.