Publicidade
Cotidiano
ECONOMIA

Mais de 7 mil agências param no primeiro dia de greve dos bancários no Brasil

Quantidade corresponde a 31,25% do total das agências no país, segundo o Banco Central. Todos os atendimentos foram interrompidos nesta terça-feira (6) e greve já é considerada a maior dos últimos anos 06/09/2016 às 19:19
Show banco
Greve acontece em 17 capitais brasileiras, incluindo Manaus (Foto: Márcio Silva/AC)
da Agência Brasil Manaus (AM)

O primeiro dia de greve dos bancários teve 7.359 agências paradas, o que equivale a 31,25% do total de agências no Brasil, segundo dados do Banco Central. Todo o atendimento foi interrompido, contando com os centros administrativos, centrais de Atendimento e o Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC).  A greve dos bancários é considerada a maior greve nos últimos anos. A paralisação começou nesta terça-feira (6) em 17 capitais.

Os bancos estão inoperantes até a Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) receberem uma proposta melhor do que a que foi apresentada na última assembleia da categoria. Segundo a Confederação Nacional Trabalhadores Ramo Financeiro (Contraf), desde o dia 9 de agosto houve cinco tentativas de negociação.

A proposta feita pela Fenaban, no dia 29 de agosto, foi de reajuste de 6,5% e R$ 3 mil de abono, pagos de uma só vez, mas os bancários reivindicam ajuste salarial com reposição da inflação de 9,31%, mais aumento real de 5%.

Haverá uma tentativa de negociação entre os representantes dos banqueiros e dos bancários na sexta-feira (9), em São Paulo, às 11h.

Publicidade
Publicidade