Terça-feira, 03 de Agosto de 2021
Refugiados no Brasil

Mais de 70% dos pedidos de refúgio estão concentrados na região Norte do país, aponta Comitê

O Comitê Nacional para os Refugiados reconheceu mais de 26 mil pessoas como refugiadas no Brasil em 2020. A maioria dos pedidos de refúgio no país está concentrada na região Norte



2019-05-21t130504z_1_lynxnpef4k13z_rtroptp_4_venezuela-politics-brazil_66697F1B-5006-4D7E-A23A-32C264F898CE.jpg Foto: Reprodução/Internet
22/06/2021 às 18:12

O Comitê Nacional para os Refugiados (Conare) recebeu mais de 29 mil pedidos de refúgio, oriundos de 113 países, em 2020. A maioria das solicitações está concentrada na região Norte, com 75,5% dos pedidos protocoladas em unidades da Polícia Federal nos estados de Roraima (59,9%), seguido do Amazonas (10,1%).

Os dados fazem parte dos relatórios ‘Refúgio em Números - 6ª Edição' e ‘Dados Consolidados da Imigração no Brasil 2020’, divulgados, nesta terça-feira (22), pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, em parceria com o Observatório das Migrações Internacionais (Obmigra).

O relatório aponta que mais de 26 mil pessoas refugiadas foram reconhecidas no Brasil em 2020. O levantamento também mostrou que dos 60 mil refugiados e imigrantes no país, cerca de 24 mil foram inseridos no mercado de trabalho no ano passado.

A maior parte dos solicitantes, cerca de 17 mil, são nacionais da Venezuela, cerca de 60,2% do total dos pedidos. Em seguida, destaca-se o número de solicitações de nacionais do Haiti, 6.613 mil, que representaram 22,9% do total.  Cerca de 57,3% dos requerentes são homens e 42,7%, mulheres.

A maior parte dessas pessoas, que solicitaram o reconhecimento da condição de refugiado em 2020, tinha entre 25 e 39 anos de idade, seguida pela faixa etária de 15 a 24 anos. Esses grupos etários concentraram 84,7% dos solicitantes no período analisado, o que caracteriza um perfil majoritariamente jovem de pessoas que buscam reconstruir suas vidas no Brasil.

O OBMigra é resultado de parceria firmada entre o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), por meio da Secretaria Nacional de Justiça (Senajus) e a Polícia Federal (PF), Ministério das Relações Exteriores (MRE), Ministério da Economia (ME), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e a Universidade de Brasília (UnB).

A parceria tem como objetivo o fortalecimento de ações de compartilhamento de dados e informações estatísticas sobre migrações internacionais e refúgio no Brasil. Essa cooperação visa apoiar a formulação e execução de políticas públicas, apontando estratégias para o desenvolvimento social e econômico.



News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.