Sexta-feira, 23 de Julho de 2021
Descarte de lixo

Manaus estará representada no Congresso Internacional Cidade Lixo Zero

Estarão presentes prefeitos, legisladores, gestores públicos, organizações não governamentais, acadêmicos, empresários, empreendedores, estudiosos do tema e sociedade civil



original-be621be8b680e507dc147cca0f08500c_0A8913DE-9776-4EF7-9777-E6CED31F0801.jpg Foto: Reprodução / Internet
16/06/2021 às 09:36

Acontece a partir da próxima terça-feira (22) até quinta-feira (24) a segunda edição do Congresso Internacional Cidade Lixo Zero, evento que apresentará experiências exitosas na formulação de políticas públicas e normas na área de gestão de resíduos e que transformaram realidades de grandes e pequenas regiões em todo o mundo. O embaixador do Instituto Lixo Zero em Manaus e diretor da Damata Consultoria, biólogo Daniel Santos, representará a capital amazonense no evento, que acontece em Brasília e será transmitido e com participações on-line.

Daniel Santos integrará a equipe de embaixadores convidados pelo Instituto Lixo Zero Brasil (ILZB), organizador do Congresso, para acompanhar presencialmente e atuar em parceria na organização e divulgação do evento.  Devido à pandemia de coronavírus, o evento acontecerá de forma híbrida, com a programação on-line e presencial.  Participarão 250 palestrantes, sendo 24 internacionais.



As vagas para acompanhar presencialmente já foram preenchidas, mas os interessados em participar da transmissão on-line podem se inscrever no site https://www.cidadeslixozero.com.br/. Estarão presentes prefeitos, legisladores, gestores públicos, organizações não governamentais, acadêmicos, empresários, empreendedores, estudiosos do tema e sociedade civil.

Segundo Daniel Santos, o evento é uma grande oportunidade para conhecer os projetos e ideias que estão sendo adotados no mundo, em relação a gestão dos resíduos. “A partir dessa troca de experiências esperamos aprofundar o conhecimento sobre o tema e, quem sabe, fazer parcerias para replicar em Manaus alguns dos projetos apresentados no evento”, destacou.

Algumas cidades brasileiras e de outros países já provaram ser possível o desafio do Lixo Zero. A cidade de Kamikatsu, no Japão, por exemplo, foi a primeira comunidade local declarada Zero Waste. Famosa por suas 45 categorias de coleta seletiva feitas por cada pessoa que vive na cidade, alcançou a marca de quase 80% de reciclagem dos resíduos gerados pela população.

Recentemente, a Embaixada da Itália no Brasil tornou-se a primeira missão diplomática no mundo a receber a Certificação Lixo Zero, concedida pelo Instituto Lixo Zero Brasil. A sede italiana já havia conquistado o título de primeira Embaixada Verde na capital federal.

Na edição anterior, o Congresso Internacional Cidade Lixo Zero foi palco do lançamento da plataforma Amazônia Lixo Zero, que tem por objetivo criar soluções para o desenvolvimento de um cinturão que não permita que o lixo entre na região.

Outro case de sucesso é o mercado Troque-Troque, criado por Benki Piyãko. Líder das comunidades indígenas do Acre, Piyãko viaja o mundo levando as ideias sobre os cuidados para com a Terra. O Troque-Troque é uma espécie de supermercado que recolhe resíduos para reciclagem.

Atuação – Na capital amazonense, o conceito Lixo Zero, que tem como missão disseminar boas práticas no que diz respeito à redução e destinação correta dos resíduos, vem sendo amplamente divulgado pelo coletivo que representa o ILZB em Manaus.

O coletivo Lixo Zero Manaus tem realizado uma série de eventos durante o ano para debater políticas públicas e iniciativas da sociedade na gestão dos resíduos. O coletivo também desenvolveu e disponibilizou para o público o site/app Manaus Lixo Zero – www.manauslixozero.com.br. A ferramenta reúne informações, exemplos de boas práticas e os endereços dos Pontos de Entrega Voluntária (PEV) da cidade.

News portal1 841523c7 f273 4620 9850 2a115840b1c3
Jornalismo com credibilidade

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.