Quarta-feira, 20 de Novembro de 2019
Notícias

Manaus pode sofrer novo apagão neste domingo (09)

O risco ocorre porque a energia produzida em Balbida será desviada dos torres tradicionais para as subestações do Linhão de Tucuruí



1.jpg Em janeiro de 2012, praticamente todos os bairros de Manaus ficaram às escuras durante um blecaute no sistema
04/06/2013 às 08:54

Fontes ligadas ao alto escalão da Eletrobras Amazonas Energia revelaram que um teste previsto para o próximo domingo, no Linhão de Tucuruí, que conectará a usina hidrelétrica de Balbina, em Presidente Figueiredo (a 107 quilômetros de Manaus) ao Sistema Interligado Nacional (SIN) de energia elétrica, pode causar um “apagão” na cidade.

A empresa convocou técnicos para uma reunião, realizada na última segunda-feira, onde foram apresentados os preparativos da operação que promete desligar o sistema atual utilizado na cidade para testar os mecanismos que farão com que o Amazonas seja interligado à rede de energia elétrica do resto do País.



As informações apuradas dão conta que há, apesar da empresa negar, possibilidade real da cidade inteira ficar sem o fornecimento de energia elétrica. O risco ocorre porque a energia produzida em Balbida será desviada dos torres tradicionais (Balbina/Manaus) para as subestações do linhão. A empresa teria colocado os funcionários em alerta para manter as geradoras que operam de forma isolada na capital funcionando na capacidade máxima para suprir a demanda, caso ocorra uma falha no teste.

A Eletrobras foi procurada por ACRÍTICA e descartou que os testes no Linhão de Tucuruí possam causar um blecaute na cidade. A concessionária também negou a realização do teste no próximo domingo, reafirmando que não há possibilidade do fornecimento de energia ser interrompido.

Contudo, os dados detalhados recebidos por A CRÍTICA mostram que o teste envolve as subestações Lechuga e Cachoeira Grande. Os técnicos das usinas de Santo Antonio, Cidade Nova e UTE Manauara devem garantir o remanejamento das cargas.

Sem previsão

A concessionária Eletrobras Amazonas Energia afirmou, por meio de assessoria, que as informações sobre a possibilidade de apagão em Manaus são especulações para gerar temor na população. Entretanto, a empresa confirmou que os testes são necessários, mas não têm data específica para acontecer, uma vez que os trabalhos para fazer a interligação ao SIN são realizados diariamente.

A empresa ainda ressaltou que realização de alguns serviços é necessária para permitir o início da operação das subestações e linhas de transmissão que estão sendo implantadas para o Linhão e que são ações planejadas, que não trarão problemas para a população.

Teste deve ocorrer ainda neste mês

Embora as subestações estejam sendo construídas, a Eletrobras informou que não há data para a interligação definitiva com o Linhão de Tucuruí. Para a concessionária, a interligação depende da conclusão e dos testes da própria linha de transmissão, que deverão acontecer ainda este mês.

O empreendimento está inserido no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) e, segundo o Ministério de Minas e Energia, deve ser concluído até o segundo semestre deste ano. O ministério garante que os consumidores de energia elétrica da Região Norte, que vivem no sistema isolado, serão beneficiados pelas medidas de redução no preço da tarifa, em torno de 20%, anunciadas pela presidente Dilma Rousseff.

Os sistemas isolados serão reduzidos em quantidade significativa com a interligação dos seus dois maiores sistemas, Manaus e Macapá, mas alguns sistemas isolados permanecerão até que a alternativa de interligação se torne a mais indicada.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.