Quinta-feira, 18 de Julho de 2019
Notícias

Manifestação em Lábrea

O protesto iniciou  na praça Coronel Labre, passou pela frente da  Câmara Municipal, do Cartório Eleitoral e da prefeitura



1.jpg Manifestantes se concentraram na praça Coronel Labre
26/07/2013 às 21:52

Um grupo de manifestantes realizou uma passeata de protesto no fim da tarde de sexta-feira (26), no Município de Lábrea, a 703 quilômetros de Manaus, reivindicando maiores investimentos na educação e saúde e contra o mau uso do dinheiro público.

“Esta é uma manifestação popular que está clamando por melhorias na infraestrutura da cidade. Aqui está um caos. São ruas esburacadas, postos de saúde precarizados e as escolas municipais de péssima qualidade”, afirmou Julio Monteiro, um dos líderes dos manifestantes.

De acordo com Monteiro, o prefeito Evaldo Gomes de Souza (PMDB), é conivente com o mau uso do dinheiro público em obras desnecessárias ao invés de enfrentar os problemas estruturais de Lábrea.

“Enquanto o cidadão sofre com a falta de urbanização adequada, o prefeito – que no 2º dia de mandato baixou decreto que aumentava seu próprio salário em R$ 2 mil – quer gastar dinheiro na reforma da Praça Coronel Labre, que visivelmente não necessita de reforma nenhuma. A prefeitura e as secretarias também realizam aluguel de carros para fazer os trabalhos do dia a dia sem qualquer critério. Eles pagam uma quantia grande de dinheiro público em serviços e o retorno é pouco. São essas as prioridades da administração municipal?”, disse Júlio Monteiro.

Outra questão levantada como motivo do protesto é a liminar (decisão rápida e provisória), emitida pelo juiz Vitor Liuzzi, mantendo Evaldo Gomes de Souza no cargo de prefeito até que o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-AM) julgue o recurso apresentado contra ele. O prefeito teve o mandato cassado no mês de abril deste ano. Ele e o vice-prefeito Gelciomar de Oliveira Cruz (PSD) foram acusados de compra de votos na eleição municipal de 2012.

“Nós queremos que a decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que cassou o diploma dos dois seja mantida. Não estamos aqui representando nenhum grupo político. Queremos apenas que seja feita justiça”, afirmou o manifestante.

A passeata iniciou às 17h na Praça Coronel Labre e passou pela Avenida Getúlio Vargas, onde se encontram as sedes da Câmara Municipal, o cartório eleitoral e a prefeitura. Os manifestantes terminaram o ato na avenida Coronel Luiz Gomes

A reportagem tentou entrar em contato com o prefeito Evaldo Gomes pelos números 91xx-xx23 e 91xx-xx70 mas as ligações não foram atendidas.  A representação do município em Manaus informou que o prefeito havia feito uma viagem para Porto Velho e não  tinha conhecimento da  data de retorno dele.

Na semana passada, moradores de Cacau Pirera, em Iranduba realizaram uma manifestação cobrando investimentos do poder público.

Receba Novidades

* campo obrigatório

Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.