Quinta-feira, 20 de Fevereiro de 2020
PROTESTO

Manifestantes pedem manutenção do IPI do polo de concentrados em Presidente Figueiredo

Durante protesto, manifestantes fecharam parte da estrada BR-174, que liga Manaus a Boa Vista. A economia de Presidente Figueiredo é baseada no setor primário das atividades da agropecuária



WhatsApp_Image_2020-01-25_at_10.35.56_C03BBFD0-3E62-4E91-9FC1-C8F21A0194DA.jpeg Foto: Euzivaldo Queiroz
25/01/2020 às 11:04

Uma manifestação, feita neste sábado (25), no município de Presidente Figueiredo (município distante 120 km de Manaus), fechou a rodovia BR-174, que liga Manaus a Boa Vista. A expectativa do protesto é chamar atenção para a redução gradual do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) do polo de refrigerantes, da Zona Franca de Manaus (ZFM). Segundo a Polícia Militar, cerca de 500 pessoas participaram do protesto.

A economia de Presidente Figueiredo é baseada no setor primário das atividades da agropecuária. A Jayoro, uma subsidiária da Coca-Cola, fornece matéria prima da cana de açúcar para produção da matriz em Manaus.



O prefeito de Presidente de Figueiredo participou da manifestação e fez apelo ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) para que ele aprove a proposta de 8% do incentivo. No entanto, ele evitou criticar Bolsonaro em discurso feito aos funcionários da Jayoro.

"Eu sou pelo município, apoio o nosso povo daqui. Estamos fazendo apelo ao presidente Bolsonaro para a manutenção da medida. O município vai sofrer muito com a redução do incentivo", disse o prefeito.

Sobre a ordem de fechar a BR 174, fato que causou atrito entre manifestantes e motoristas, o prefeito negou que a ordem tenha sido sua. "Não, a intenção do protesto é pacífica, a gente quer chamar atenção pra nossa realidade. Se a Jayoro sair daqui vai prejudicar a nossa economia local", afirmou.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.