Publicidade
Cotidiano
Notícias

MAP Linhas Aéreas terá 45 voos extras para o Festival Folclórico de Parintins (AM)

Companhia aposta no evento folclórico e disponibiliza voos complementares para atender demanda 21/05/2015 às 10:41
Show 1
Aeronaves ATR-72 tem capacidade para transportar até 66 passageiros
acritica.com Manaus (AM)

A Map Linhas Aéreas começa a comercializar as passagens dos seus voos chartners para o Festival de Parintins, a partir da próxima semana. Serão 45 voos destinados à ilha tubinambarana, no Baixo Amazonas. Com aeronaves com capacidade para até 66 passageiros (ATR-72), a Map está contando com ocupação completa, porque a procura tem sido intensa. No momento, mais de 70% dos voos regulares diário para Parintins já foram comercializados.

Com o início das operações das aeronaves extras (de 25 a 30 de junho), a tendência, segundo especialistas da Map, é de haver uma grande procura. No ano passado foi disponibilizada a mesma quantidade de voos complementares, mas as vendas dos voos regulares estavam menos aquecidas.

Público regional

Na condição de empresa aérea regional, com voos diários para Parintins, Santarém, Altamira e Belém, a Map projeta que o público paraense no Festival será superior ao que prestigiou o festival no ano passado.

O mesmo deve se registrar quanto ao público amazonense e de Rondônia no Festival, porque novas rotas foram criadas este ano para Humaitá, Manicoré e Porto Velho.

O preço médio das passagens hoje para Parintins em voo regular gira em torno de R$ 700. Com a entrada dos voos chartners deve oscilar entre R$ 400  e  R$ 690. Os interessados em viajar para brincar de boi em Parintins devem ficar atentos para esta oportunidade e comprar suas passagens, o mais rápido possível.

No momento, os voos diários para Parintins saem as 07hs do Aeroporto ‘Eduardinho’ e o retorno da ilha é no mesmo dia às 16h30. Vale destacar que a partir do dia 24 de junho a procura será acelerada, como tradicionalmente acontece no período. No entanto, recomendam os especialistas, é oportuno não deixar para a última hora a compra das passagens.


Publicidade
Publicidade