Publicidade
Cotidiano
Notícias

Marinha e Bombeiros encontram ossada de tripulante desaparecido após explosão de balsa no AM

Dois continuam desaparecidos e três morreram queimados após combustão de barco causada por vazamento de combustível. Acidente ocorreu há uma semana próximo ao município de Jutaí 13/11/2014 às 11:03
Show 1
Acidente ocorreu próximo à comunidade Boca do Arumanduba, no município de Jutaí
VINICIUS LEAL Manaus (AM)

A Marinha do Brasil e o Corpo de Bombeiros encontraram o corpo de um dos três tripulantes que estavam desaparecidos desde a explosão de uma balsa no rio Solimões, próximo à comunidade Boca do Arumanduba, no município de Jutaí, a 1001 quilômetros de Manaus, ocorrida há uma semana.

Seis pessoas trabalhavam na embarcação e ficaram feridas: três morreram no hospital por não resistirem às queimaduras, antes de serem transferidas para Manaus, e três estavam desaparecidos. As equipes de buscas encontraram apenas ossos do tripulante identificado apenas como César Augusto.

Nem a assessoria de imprensa do Corpo de Bombeiros nem a da Marinha informaram a localização e a data que o corpo foi achado. O corpo do tripulante César Augusto foi reconhecido por uma cozinheira que trabalhava na balsa. As buscas pelas duas pessoas ainda desaparecidas continuam.

Uma investigação foi aberta pela Marinha para apurar causas e responsabilidades pelo acidente. Preliminarmente, a balsa teve o casco furado depois de colidir com superfície rochosa submersa na água, talvez um tronco de madeira. Com isso, ocorreu vazamento de combustível.

Ainda conforme informações preliminares, os funcionários da empresa Cidade Transporte, responsável pela balsa, tentaram transferir o combustível para outro tanque por meio de uma bomba, mas ao ligarem o equipamento ocorreu explosão gerada por fagulhas.

As três vítimas que tiveram 95% do corpo queimado, e que morreram no hospital após não resistirem aos ferimentos, eram Paulo Roger de Oliveira Braga, 49, Walclides Lopes de Souza, 64, e Sebastião Ferreira da Silva, 42. Um helicóptero e duas lanchas estão sendo usados nas buscas.

Publicidade
Publicidade