Publicidade
Cotidiano
EDUCAÇÃO SUPERIOR

MEC anuncia contratação de 60 profissionais e investe R$ 1,6 mi em obras da Ufam

Além da UTI pediátrica, esses 60 novos profissionais que chegam ao HUGV ajudarão nos serviços da área de nefrologia do hospital 05/10/2018 às 16:10
Show ufam 20e100f5 0213 49f3 92e4 813dc769b92e
Foto: Arquivo AC
acritica.com Manaus (AM)

O Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), vinculado à Universidade Federal do Amazonas (Ufam), terá um reforço de 60 profissionais para trabalhar nos serviços de nefrologia e na UTI pediátrica. O anúncio foi feito pelo ministro da Educação, Rossieli Soares, que visitou a instituição na manhã desta sexta-feira (5). Além disso, a Ufam receberá R$ 1,6 milhão para a reforma dos prédios administrativos e dos auditórios da Faculdade de Educação.

“Com essas contratações, conseguimos resolver o caso do Amazonas, que tem essa UTI pediátrica pronta, mas que estava fechada por falta de profissionais”, explicou Rossieli Soares. “Mesmo com todas as dificuldades, liberar esses cargos hoje vai permitir que a UTI pediátrica, uma das coisas mais raras que nós temos no Brasil, seja aberta. Para a Região Norte do país, especialmente, é um grande avanço”.

No total, 1.147 novos funcionários vão trabalhar nos 40 hospitais universitários da Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh), autarquia vinculada ao Ministério da Educação. “Tenho certeza que temos muitas deliberações importantes para todos os hospitais da rede”, reconheceu o ministro. “Todos os hospitais estão recebendo hoje a possibilidade de convocação de profissionais. Assim, estamos mais do que cumprindo aquilo que tem sido planejado pela Ebserh”.

Por meio de uma videoconferência, o presidente da Ebserh, Kleber Morais, participou do evento e disse que quem ganha com essas novas contratações é a população mais carente. “São eles que procuram os hospitais universitários e têm, nesses locais, o porto seguro na atenção digna à saúde no nosso país”, afirmou. “A parte de ensino, pesquisa e extensão integra a essência dos hospitais universitários, mas a parte da atenção à população mais carente é um marco na nossa gestão”.

Nefrologia

Além da UTI pediátrica, esses 60 novos profissionais que chegam ao HUGV ajudarão nos serviços da área de nefrologia do hospital. “Vamos inaugurar em 29 de novembro ou no início de dezembro a nova área de nefrologia do hospital e, desde já, garantir o ingresso de todas as pessoas que precisam ser contratadas para que a nefro funcione, dos médicos até a parte administrativa”, reforçou Rossieli Soares.

Educação

O ministro falou também sobre a liberação da verba de R$ 1,6 milhão para a reforma dos prédios administrativos e dos auditórios da Faculdade de Educação. “Todos vocês sabem sobre a minha paixão pela educação básica. Assim, é lógico que as faculdades de educação também são minhas paixões dentro das universidades, porque é ali que se forma a essência do que o Brasil precisa, que são os professores”.

O ortopedista e superintendente do HUGV, Júlio Mário de Melo e Lima, destacou que a inauguração da nova área de nefrologia vai propiciar ao hospital entrar em uma nova fase, a de transplantes de rins. “E aí vamos evoluir, mandar o nosso pessoal para treinamentos fora do país, para que, em 2019, a gente consiga fazer aqui transplantes renais”, elogiou Júlio Mário.

Referência

Para o reitor da Ufam, Sylvio Puga, o HUGV é uma referência não só da cidade de Manaus, mas de todo o estado do Amazonas. “Tenho certeza que a sociedade amazonense e a sociedade manauara vão reconhecer tudo o que fizermos em prol do nosso hospital universitário”, ressaltou.

Publicidade
Publicidade