Quarta-feira, 19 de Junho de 2019
Investimento

MEC vai injetar R$ 10,5 milhões no Programa Amazônia Conectada

O termo do convênio foi assinado nesta sexta-feira (12), pelo ministro da Educação Mendonça Filho. A cerimônia aconteceu na sede do Governo do Estado



_ndice.jpg (Foto: Silane Souza)
12/08/2016 às 14:07

O Ministério da Educação (MEC) vai injetar R$ 10,5 milhões no Programa Amazônia Conectada – uma iniciativa do Exército Brasileiro que tem a meta de levar banda larga à população do interior do Amazonas. O termo do convênio foi assinado nesta sexta-feira (12), pelo  ministro da Educação Mendonça Filho. A cerimônia aconteceu na sede do Governo do Estado, na Compensa, Zona Oeste.

Na ocasião, o ministro também assinou termo de convênio para liberação de recurso na ordem de R$ 6 milhões para a Universidade Federal do Amazonas (Ufam), que será investido em melhorias no Hospital Universitário Getúlio Vargas (HUGV), e R$ 2 milhões para o Governo do Estado, que injetará na Escola Estadual Senador Evandro das Neves Carreira, localizada no residencial Viver Melhor, bairro Santa Etelvina, Zona Norte.

Mendonça Filho, disse que a mensagem que o Governo Federal quer passar com os repasses ao Estado é de compromisso. "Compromisso com o Norte do  País, com a região Amazônica e com o Estado do Amazonas para que a gente possa oferecer qualidade de vida para a  população e para que tenha acesso a serviços básicos fundamentais como saúde e educação", destacou.

O governador José Melo, lembrou que o MEC liberou R$ 6 milhões para o Estado na semana passada. "Esse recurso será para nós darmos continuidade ao trabalho de construção de 12 escolas padrão e 10 de tempo integral que estão sendo construídas. Algumas estão em fase de conclusão e outras em fase de licitação. O repasse vai fazer frente ao avanço dessas obras", pontuou.

Programa Amazônia Conectada

Acatando proposta do Ministério da Defesa, a contrapartida de R$ 10,5 milhões do MEC será destinada à ampliação da rede lógica entre os municípios de Tefé e Manaus, visando ampliar a comunicação na Mesorregião do Centro Amazonense. A Mesorregião do Centro Amazonense é composta de seis microrregiões: Coari, Itacoatiara, Manaus, Parintins, Rio Preto da Eva e Tefé.

A iniciativa beneficiará aproximadamente 834 mil alunos matriculados em escolas públicas de ensino fundamental e médio de 30 municípios do interior do Amazonas.

Visitas

Antes da cerimônia de assinatura do termo de convênio, o governador José Melo e o ministro Mendonça Filho visitaram a escola estadual Senador Evandro das Neves Carreira. A unidade de ensino, inaugurada no dia 18 de março deste ano, atende a 3.006 estudantes, nas modalidades de ensino fundamental de 6° a 9° ano, ensino médio e Educação de Jovens e Adultos (EJA), nos três turnos. Eles também estiveram visitando as obras do novo Hospital Universitário Getúlio Vargas.

A agenda segue durante a tarde,  às 14h, no Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam), onde funciona o projeto "Ensino Presencial com Mediação Tecnológica", que atende 48 mil estudantes - dos ensinos fundamental, médio e EJA - de três mil comunidades rurais em todos os 62 municípios do Estado. O projeto pioneiro no País foi implantado em julho de 2007 e desde então vem sendo ampliado anualmente.

Receba Novidades


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.