Quinta-feira, 14 de Novembro de 2019
Notícias

Medicina, Direito, Odontologia e Engenharias têm as dez maiores notas de corte do Sisu, no AM

Entre os dez cursos ofertados por instituições de ensino superior do Amazonas que usam o Sistema de Seleção Unificada do MEC com as maiores notas de corte, nove são da Ufam e um - Engenharia Mecânica - é do Ifam



1.jpg São da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) os cursos com as três maiores notas de corte no Sisu 2015
21/01/2015 às 15:07

O curso de Medicina da Universidade Federal do Amazonas (Ufam) é o que tem a maior nota de corte no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação (MEC), entre todos os ofertados, no Amazonas, a candidatos participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).  

A pontuação mínima exigida pelo sistema na noite desta quarta-feira (21) para garantir uma vaga é de 765,84 pontos, a maior entre as quase 100 opções de cursos ofertadas pela Ufam e pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Amazonas (Ifam), nos campi do Estado.

A segunda maior nota de corte entre os cursos sediados em Manaus é para ingresso nas turmas noturnas de Direito na Ufam: 725,64 pontos. Já curso integral da faculdade de Direito da Ufam tem a terceira maior nota de corte, que é de 722,20.

Outros cursos que têm as maiores notas de corte são Odontologia (715,54), Engenharia Civil (711,04), Engenharia Elétrica - Eletrônica (703,28), Engenharia Química (693,34) e Engenharia Mecânica (685,68) da Ufam, seguidos pelo curso de Engenharia Mecânica do Ifam (685,41) e Engenharia de Petróleo e Gás, também ofertado pela Ufam, cuja nota de corte é 685,22.

Em Manaus, os cursos com as menores notas de corte são o tecnológico em Agroecologia, no campus do Ifam da Zona Leste, com 583,53 pontos; e o curso de licenciatura em Química da Ufam, período integral, que tem nota de corte de 595,61 pontos.

No Brasil

Considerando todos os cursos ofertados pelo País, a nota de corte mais alta da ampla concorrência no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), até agora, é do curso de Direito da Universidade Federal Fluminense (UFF). De acordo com o primeiro balanço parcial, os candidatos precisam ter tirado no mínimo 827,37 pontos no Enem caso queiram ingressar na graduação.

O curso de medicina na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) registra a segunda maior nota de corte, com 821,64 pontos. Foram consideradas as instituições de ensino superior que ofertam vagas integralmente pelo Sisu e que não atribuíram bonificação às notas dos estudantes.

Ao longo do período de inscrições, a classificação parcial e a nota de corte dos candidatos são divulgadas pela internet diariamente, para consulta a qualquer hora do dia, na página do Sisu. Até o último dia das inscrições, que é nesta quinta-feira (22), os candidatos podem alterar as suas opções de curso de acordo com as notas de corte.

Inscritos

Até as 18h25 do segundo dia de inscrições, o Sisu, que seleciona candidatos a vagas na educação superior pública, registrou 1.967.274 inscritos. De acordo com balanço parcial, Minas Gerais, com 230.934, é o estado que teve o maior número de inscritos até agora. Em seguida, aparece São Paulo, com 223.989. No Amazonas foram 41.506 candidatos inscritos.

Nesta primeira edição de 2015, o Sisu oferece 205.514 vagas, em 5.631 cursos de 128 instituições públicas de educação superior. As inscrições vão até as 23h59 (horário de Brasília) desta quinta-feira (22).

A inscrição, nesta edição, está restrita ao estudante que tenha participado do exame em 2014. Fica impedido de se inscrever aquele que tenha tirado zero na prova de redação.





Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.