Publicidade
Cotidiano
Notícias

Médico que atendeu 14 mil pacientes em 28 anos em Manaus inicia nova etapa no RJ

Em 28 anos ‘de Manaus’, Dr. Kadu fez amizades que nasceram no consultório e agora se prepara para uma nova etapa, no Município de Teresópolis - RJ 18/10/2013 às 09:01
Show 1
O médico carioca, que viveu durante 28 anos em Manaus, conquistou uma lista de admiradores que, de pacientes, transformaram-se em grandes amigos
CAROLINA SILVA ---

No dia em que se comemora o Dia do Médico, nessa sexta-feira (18), o pediatra Carlos Eduardo de Paula Nazareth, 58, carinhosamente conhecido pelos seus pacientes como “Dr. Kadu”, desembarca no Rio de Janeiro para começar uma nova etapa na vida profissional no Município de Teresópolis.

Entre tantas histórias dentro do seu consultório em Manaus, ao longo de 28 anos, muitas tem algo em comum que marcaram a vida profissional do Dr. Kadu na capital amazonense: uma relação de amizade que não se limitou apenas aos momentos de consulta.

No consultório, localizado no bairro Vieiralves, Zona Centro-Sul, Dr Kadu não somou apenas fichas de pacientes. E não foram poucas: aproximadamente 14 mil, apesar de alguns não terem frequentado tanto o consultório do pediatra.

Também somou muitos amigos manauaras que, em sua conta na rede social Facebook, o homenagearam com fotos e mensagens de carinho e agradecimento por um atendimento médico que para os pacientes do pediatra precisa ser resgatado por outros profissionais.

De mala pronta, Dr Kadu fala emocionado da admiração e da confiança que conquistou dos pacientes - crianças e adolescentes - e da família deles.

“Minha relação com os pacientes se tornou uma relação de amizade, não só dentro do consultório. E é uma coisa que não existe mais, essa relação de médico-paciente. A pediatria não envolve só a criança, envolve a família. O pediatra tem que saber como é que ‘funciona’ a família dela para se fazer qualquer tipo de diagnóstico. E isso estreita a relação com os pacientes. Hoje as pessoas vão ao médico e ele mal levanta a cabeça pra olhar o paciente”, disse.

E a relação quase que familiar com alguns pacientes começou antes mesmo do Dr. Kadu escolher Manaus para morar.

“Um dos motivos de eu ter vindo pra cá é que eu tinha muitos pacientes de Manaus no Rio de Janeiro. E me interessei pela cidade porque na época era tranquila, sem muito trânsito, sem muitos assaltos. E quis vir pra cá. Hoje tenho mais tempo de Manaus que de Rio de Janeiro”, lembra o pediatra.

Dr Kadu veio pela primeira vez a Manaus de férias e ficou na casa de um amigo. De onde? Do consultório. “Os filhos desse amigo nasceram comigo no Rio e comecei a conhecer a cidade”, contou. Um mês depois, o pediatra estava em Manaus para morar e montar o consultório.

Com o passar do tempo a capital amazonense foi perdendo a tranquilidade que atraiu Dr. Kadu, um dos motivos a ter escolhido o Município de Teresópolis, na região serrana do RJ para a nova fase da carreira profissional. “Vou continuar em outro ritmo lá”, afirmou.

Publicidade
Publicidade