Publicidade
Cotidiano
Notícias

Médicos alertam para o risco causado pela administração inadequada de remédios

O tratamento prescrito não pode ser abandonado antes da conclusão, mesmo que o paciente se sinta melhor 11/11/2015 às 09:07
Show 1
De acordo com o farmacêutico Marcelo Rodrigues, paciente não pode sair do consultório médico com dúvidas sobre os medicamentos e a forma de tomá-los
acritica.com ---

Cessar o tratamento por conta própria, não respeitar os horários estabelecidos para ingerir os medicamentos e tomar quantidade acima da prescrita pelo médico são alguns erros cometidos por quem precisa tomar remédios e que podem trazer complicações gravíssimas, alerta o farmacêutico do Pronto-Socorro (PS) do Hospital Delphina Rinaldi Abdel Aziz, Marcelo Rodrigues. A administração adequada dos medicamos resulta na recuperação da saúde, adverte Rodrigues. Porém, muitos pacientes saem dos consultórios com dúvidas em relação à receita e à prescrição.

“Tomar medicamento errado, com dose errada, ou indicado para outras pessoas, como amigos, vizinhos, parentes sem procurar um médico ou farmacêutico, é um erro grave que coloca em risco a saúde do paciente”, alerta Rodrigues. Fazer uso de bebidas alcoólicas durante os tratamentos e tomar medicamentos vencidos também é um risco para quem precisa recuperar a saúde com o auxílio dos produtos.

O profissional alerta que é importante o paciente informar ao médico ou ao farmacêutico quais medicamentos já faz uso. “Tomar mais de uma medicação sem verificar se existe interação medicamentosa pode causar reações adversas e danos à saúde. Há medicamentos que não devem ser tomados juntos”, afirma o farmacêutico.

O tratamento prescrito não pode ser abandonado antes da conclusão, mesmo que o paciente se sinta melhor. “O tratamento deve ser feito por completo conforme prescrição médica, pois ao interromper o tratamento existe uma grande possibilidade de que a doença se agrave. O paciente pode ter que retornar ao médico para tratar a mesma doença, porém nesta segunda consulta, provavelmente, a doença estará mais avançada e será mais difícil tratá-la”, ressaltou o farmacêutico.

Dúvidas

Para evitar qualquer complicação, é necessário sair do consultório sem dúvida em relação à receita. “Qual é o seu problema de saúde, quais medicamentos deverei utilizar, qual o melhor horário para tomar a medicação e como devo tomar o medicamento, com água, antes ou após as refeições são dúvidas que o paciente não pode ter”, destacou Rodrigues.

Até quando o medicamento deve ser usado, as restrições do uso, as reações que causa e quando deve ser o retorno à consulta são outras informações que o paciente deve saber ao deixar o consultório do especialista.

Oportunidade no ‘Novembro Azul’

 O Hospital Santa Júlia oferecerá, durante o mês do “Novembro Azul”, um pacote para os homens com 17 exames e uma consulta médica por um valor abaixo da média. Estão disponível aos homens com 40 anos ou mais, 15 exames laboratoriais e dois exames de imagem, além da consulta com o especialista do próprio hospital.


Publicidade
Publicidade