Publicidade
Cotidiano
Notícias

Médicos e universitários fazem protesto contra a contratação de profissionais cubanos

Eles ocupam a sede da Secretaria de Estado de Saúde (Susam) e fazem uma caminhada pela Avenida André Araújo, em Manaus 10/05/2013 às 20:23
Show 1
Manifestação dos estudantes em frente a Susam
acritica.com Manaus (AM)

O Sindicato dos Médicos do Amazonas (Simeam) organizaram nesta sexta-feira (10) um ato de protesto em frente à Secretaria de Estado de Saúde (Susam), localizada na Avenida André Araújo, bairro Aleixo, Zona Centro-Sul. A manifestação é uma resposta à iniciativa do Governo Federal anunciada na segunda-feira (6) de ‘importar’ seis mil médicos cubanos para atuarem nas zonas remotas do Brasil.

O ato tem apoio dos centros acadêmicos do curso de medicina da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Centro Universitário Nilton Lins e do Conselho Regional de Medicina do Amazonas (Cremam).

O acordo entre os governos do Brasil e de Cuba conta com o apoio da Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS). A parceria foi anunciada pelos ministros das Relações Exteriores do Brasil, Antonio Patriota, e de Cuba, Bruno Eduardo Rodríguez Parrilla.

**Leia mais na edição impressa do Jornal A Crítica neste sábado (11)

Publicidade
Publicidade