Sábado, 15 de Agosto de 2020
POLÍTICA

Meio Ambiente anuncia repasse de R$ 7,3 milhões para unidades de conservação

De acordo com a pasta, os recursos serão destinados para manutenção, conservação e infraestrutura, com apoio ao ecoturismo e a geração de emprego e renda



turistas_e_moradores_fazem_trilhas_no_parque_nacional_de_brasilia_EAB61FB9-B462-4005-B048-10251E68C2F9.jpg Foto: Tv Brasil
17/06/2020 às 19:49

O Ministério do Meio Ambiente anunciou hoje (17), durante reunião do Comitê de Compensação Ambiental, a liberação de R$ 7,3 milhões para os Parques Nacionais da Serra das Confusões, Serra da Capivara, Nascentes do Rio Parnaíba e Chapada dos Veadeiros, as APAs Dunas, Veredas do Baixo Médio de São Francisco e Rio Preto, Flona de Ibirama, Esec do Seridó, Resex Recanto da Araras de Terra Ronca e o Mona Rio São Francisco.

De acordo com a pasta, os recursos serão destinados para manutenção, conservação e infraestrutura, com apoio ao ecoturismo e a geração de emprego e renda.



Visitação recorde em 2019

No ano passado, as 137 unidades de conservação (UCs) federais receberam 15,33 milhões de visitantes em 2019, o que representa um aumento de 20% em relação ao ano anterior. Segundo informações do Ministério do Meio Ambiente, o ecoturismo contribui para a  conservação da natureza e para a sensibilização da sociedade em relação ao meio ambiente, além de impulsionar  o desenvolvimento da economia nacional com a geração de emprego e renda.

Relatório divulgado pela pasta mostra que as duas unidades de conservação mais visitadas em 2019 foram o Parque Nacional da Tijuca, no Rio de Janeiro, e o Parque Nacional do Iguaçu, no Paraná, e a Mata Atlântica foi o bioma com mais visitação, com 67% e quatro das dez unidades mais visitadas. 


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.