Publicidade
Cotidiano
Notícias

Membros da família Bin Laden morrem após queda de avião no Reino Unido

Piloto tentava pousar no aeroporto quando o avião particular caiu com quatro pessoas a bordo, incluindo parentes de Osama Bin Laden, ex-líder terrorista 01/08/2015 às 14:22
Show 1
Osama Bin Laden era acusado de ser o mentor dos atentatos de 11 de setembro contra os Estados Unidos
Agências Londres

Uma meia-irmã do ex-líder da Al Qaeda Osama Bin Laden morreu junto ao marido e à mãe após um avião particular cair na sexta-feira (31) no sul da Inglaterra, conforme informou neste sábado (1º) a Embaixada da Arábia Saudita, em Londres.

Quatro pessoas estavam a bordo e todas morreram depois que o avião Phenom 200, de fabricação da Embraer, caiu em um local de leilão de automóveis no Sul de Inglaterra, quando tentava pousar no aeroporto de Blackbushe, em Hampshire, cerca de 60 quilômetros a sudoeste de Londres.

Segundo a emissora de televisão saudita Al-Arabiya, os três passageiros são Sana Mohamed bin Laden, seu marido, Zuhair Hashem, e sua mãe, Raja Hashem. A família Bin Laden é um proeminente clã da Arábia Saudita com vastos interesses comerciais.

A inspetora-chefe da polícia local, Olga Venner, afirmou que “havia quatro pessoas a bordo, incluindo o piloto e, infelizmente, não houve sobreviventes”. A inspetora informou ainda que “em terra, ninguém ficou ferido”.

Em uma mensagem divulgada via Twitter, a embaixada saudita apresentou as condolências “aos filhos de Mohammed Bin Laden (pai de Osama) e seus familiares após o grave acidente do avião que transportava membros da família”. A mensagem não especifica a identidade das vítimas.

A embaixada disse ainda que vai colaborar com as autoridades britânicas nas investigações ao acidente e repatriar os corpos para a Arábia Saudita. Segundo a autoridade de aviação civil saudita, o avião estava registrado na Arábia Saudita.

A agência de notícia BBC noticiou que a aeronave havia decolado do aeroporto italiano de Malpensa, em Milão.

Bin Laden, fundador e líder da organização terrorista Al Qaeda, foi morto pelas forças especiais norte-americanas, no Paquistão, em 2011. Ele era acusado de ser o mentor dos atentados de 11 de setembro de 2001 contra os Estados Unidos, foi assassinado a tiros por soldados dos EUA.

Publicidade
Publicidade