Terça-feira, 18 de Maio de 2021
Milícia

Membros de milícia que extorquia comunidade são presos

Eles também respondem por tentativa de homicídio, extorsão, roubo e incêndio



3f99f184-dc96-417a-9a6e-ef991f432232_7A1F6017-D908-4354-BDA0-5AD75466C3A8.jpg Foto: Junio Matos
11/03/2021 às 12:38

Três integrantes de uma milícia que atuava na Comunidade Parque das Tribos, situada no bairro Tarumã-Açu, na Zona Oeste de Manaus, foram presos em operação policial realizada nesta quinta-feira (11).

Os integrantes ainda não tiveram os nomes divulgados pela Polícia Civil do Amazonas (PCAM). Durante a ação policial, foram cumpridos três mandados de prisão por crimes como:  tentativa de homicídio, extorsão, roubo e incêndio, segundo informou a PCAM. Um indivíduo foi preso, em flagrante, em posse de entorpecentes, durante a ação policial.



De acordo com o delegado Rafael Soibelman, titular do 20° Distrito Integrado de Polícia (DIP), lotes foram vendidos para populares do local a partir da formação da invasão. A milícia cobrava taxas de segurança, energia e água dos residentes da localidade.

A ação policial foi iniciada em 2017, mas ocorrências também foram registradas em 2019. “Quem não pagava, passava a ser ameaçado. Vítimas sofriam atentados, tinham bens subtraídos e casas incendiadas”, disse o delegado.

Os integrantes do grupo exerciam os papéis distintos de: liderança, cobrança de taxas e segurança da milícia.

Segundo um morador do local, que não quis se identificar, o grupo extorquia as pessoas da comunidade, forçando os residentes a pagarem contas de água e energia elétrica à milícia. “Os que recusavam tinham a casa queimada. As pessoas eram ameaçadas em grupos de WhatsApp ou na rua. Conheci vários que foram vítimas”, disse.


Mais de Acritica.com

Sobre Portal A Crítica

No Portal A Crítica, você encontra as últimas notícias do Amazonas, colunistas exclusivos, esportes, entretenimento, interior, economia, política, cultura e mais.