Publicidade
Cotidiano
Notícias

Menina desaparece em Autazes; colegas de escola dizem que ela foi levada em um carro preto

Segundo a polícia, câmeras de segurança flagraram um veículo, com as características citadas pelas crianças, nas redondezas de onde a menina desapareceu. O delegado do município disse já ter uma linha de investigação e preferiu não revelar 18/06/2015 às 21:45
Show 1
Família faz buscas desde que a garota desapareceu
Kamyla Gomes ---

A família da estudante Grazielly Dos Santos Costa, de 9 anos de idade, pede ajuda para tentar localizar a menina, que segundo os familiares, foi vítima de um sequestro na tarde da última quarta-feira (17), enquanto caminhava para ir à escola, na rua Olinda, município de Autazes, distante a 108 quilômetros de Manaus.

De acordo com a Polícia Civil, a menina estava a caminho da escola quando decidiu subir em um jambeiro para colher alguns frutos. Colegas da menina, da mesma faixa etária, disseram que ela tirou a mochila e os chinelos e em seguida subiu na árvore.

Segundo o relato das crianças, um carro preto, de placas e modelo não identificadas, parou próximo a garota, a levou e depois saiu em alta velocidade.

A professora de Grazielly foi até o local onde a menina foi vista pela última vez e encontrou apenas o chinelo e a bolsa da aluna. A foto da criança está sendo espalhada por toda a cidade, com o intuito de o mais breve possível localizá-la.

Aflito, o pai da criança, o guarda civil Gilberval Eloi, disse que os familiares estão desde ontem (17) atrás da estudante. “Como o município é pequeno e quase todo mundo se conhece, todos estão sensibilizados em querer ajudar. Está todo mundo aflito e não temos nenhuma notícia e nem indícios de onde minha filha pode estar. É a primeira vez que isto acontece. Aqui tem muitos ramais e sítios. Continuamos com as buscas por ela”, disse.

Investigação

O delegado titular da 39° Delegacia Interativa de Polícia (DIP), Eleandro Granja, disse que está investigando o caso e já trabalha com uma linha de investigação, que ele preferiu manter em sigilo. Segundo o delegado, as primeiras buscas estão sendo feitas junto com a Polícia Militar e a Guarda Municipal de Autazes.

Conforme a PC, investigadores estão colhendo depoimentos nas proximidades do local onde a menida desapareceu. E indo também em ramais próximos à sede da cidade, além de vistoriar balsas e carros. Câmeras de segurança registraram o momento que o carro citado pelas crianças passa em uma rua próxima.

Eleandro Granja disse que, a priori, a investigação vai se concentrar nos depoimentos das testemunhas. Se a investigação não avançar, na segunda-feira (22), será deflagrada uma operação de busca que contará com o apoio de 15 investigadores de policiais do município e também com o apoio da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), com duas viaturas. 

Quem tiver alguma informação sobre o paradeiro da criança pode ligar para os telefones: 3317-1776 e 3317-1228.

Familiares e amigos fazem campanha no Facebook para localizar a menina

Publicidade
Publicidade