Publicidade
Cotidiano
Notícias

Mestre de obras é preso na zona Leste por agredir e ameaçar sua ex-companheira

A ex-companheira de Francisco já havia prestado queixa contra ele duas outras vezes, e ela estava amparada por uma medida protetiva 13/08/2015 às 17:39
Show 1
Francisco Sérgio Carvalho Batista, 45, foi preso na tarde desta quarta-feira (12)
acritica.com Manaus (AM)

Na tarde desta quarta-feira (12), o mestre de obras Francisco Sérgio Carvalho Batista, 45, foi preso na residência dele, situada na Rua Manuel Matias, bairro Colônia Antônio Aleixo, zona Leste da cidade, em cumprimento a mandado de prisão preventiva, expedido no último dia 6 de agosto, pela juíza Luciana da Eira Nasser, do 2º Juizado Especializado no Combate à Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher. A prisão foi feita por policiais civis da esquipe "Hera".

De acordo com a delegada Andrea Nascimento, a ex-companheira dele, uma doméstica de 37 anos, registrou o primeiro Boletim de Ocorrência (BO) contra ele no dia 21 de maio de 2014, pelos crimes de violência física e ameaça.

Na ocasião, a mulher informou à Polícia Civil que Francisco Sérgio teria agredido-a fisicamente e verbalmente. Diante disto, foram feitos os procedimentos cabíveis, como medidas protetivas.

No dia 22 de maio deste ano a doméstica registrou novamente um BO contra Francisco. Em depoimento, ela alegou que o homem foi até a casa dela, no bairro Santo Agostinho, zona Oeste, descumprindo o limite de distância estabelecido pela Justiça.  

Conforme a vítima, Francisco ainda a ameaçou e a ofendeu verbalmente no lugar. Em 19 de julho deste ano o homem retornou à casa da mulher, desobedecendo novamente as medidas protetivas. Mais uma vez ele a teria insultado e a agredido fisicamente. Por conta disso, a delegada representou o mandado de prisão em nome do infrator.

“Eles mantiveram um relacionamento por mais de 20 anos e já estavam separados há dois anos, porém ele continuava agindo como se ainda estivessem juntos. Era como se ela pertencesse a ele”, declarou Andrea Nascimento durante coletiva de imprensa realizada na manhã de hoje, na sede da DECCM, zona Centro-Sul.

A delegada ressaltou que as medidas protetivas têm muita eficácia, mas que existem casos, como este, em que o autor continua descumprindo o que a Justiça determina, talvez por não acreditar que a prisão irá acontecer.

Francisco Sérgio será conduzido à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, no Centro da cidade, onde irá aguardar julgamento.

*Com informações da assessoria de imprensa

Publicidade
Publicidade