Publicidade
Cotidiano
SAÚDE

Ministério da Saúde aprova projeto do Amazonas para prevenção ao suicídio

Manaus, São Gabriel da Cachoeira e Tabatinga serão atendidos com o plano que receberá R$ 220 mil do Ministério 23/05/2018 às 16:12
Show depressao ebc
Foto: EBC
acritica.com* Manaus (AM)

O Estado do Amazonas conseguiu a aprovação de projeto que garantirá R$ 220 mil do Ministério da Saúde (MS) para execução do Plano de Prevenção ao Suicídio, em Manaus e nos municípios de São Gabriel da Cachoeira (a 852 km da capital em linha reta) e Tabatinga (a 1.108 km). A portaria Nº 1.315, de 11 de maio de 2018, que trata do incentivo financeiro aos estados, foi publicada no Diário Oficial da União (DOU), do dia 16 de maio.

O projeto aprovado foi construído pela Rede de Atenção Psicossocial (Raps) do Amazonas, coordenada pela Secretaria de Estado de Saúde (Susam), com a participação da Universidade Federal do Amazonas (Ufam), Instituto Federal do Amazonas (Ifam) e os Distritos Sanitários Especiais Indígenas (Dseis) de São Gabriel da Cachoeira e Tabatinga.

Após o recebimento do recurso, através do Fundo Estadual de Saúde (FES), o Amazonas terá 12 meses para executar o plano. No primeiro momento, serão definidas as ações, estratégias e parcerias em cada município. A meta, de acordo com o secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, é estar com o plano em execução até setembro, mês de mobilização da campanha de prevenção ao suicídio.

Além do Amazonas, outros cinco estados também receberão apoio financeiro do Ministério da Saúde para políticas de prevenção ao suicídio. São eles: Mato Grosso do Sul, Roraima, Piauí, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Segundo o MS, estas localidades são consideradas prioritárias para as ações do Plano Estratégico, devido ao alto índice de suicídio.

Em 2017, o Ministério da Saúde divulgou dados que constam em um diagnóstico sobre casos de suicídio no país. A alta taxa de suicídio entre idosos com mais de 70 anos, por exemplo, é preocupante. Nessa faixa etária, foi registrada média de 8,9 mortes por 100 mil habitantes, nos últimos seis anos. A média nacional é 5,5 por 100 mil. Também chamou a atenção do Ministério o alto índice entre jovens, principalmente homens, e indígenas.

Em São Gabriel da Cachoeira, segundo dados divulgados pelo MS, a taxa de suicídio na população adulta chegou a 22,7 por grupo de 100 mil habitantes. O número é referente aos anos de 2010 a 2015.

Segundo o Ministério da Saúde, 11 mil pessoas tiram a própria vida por ano no Brasil. A meta é, até 2020, reduzir esse índice em, no mínimo, 10%.

*Com informações da assessoria de imprensa.

Publicidade
Publicidade