Publicidade
Cotidiano
Notícias

Ministério Público do Estado investiga uso de avião do governo na gestão Omar Aziz

Suspeita do órgão é de que a aeronave serviu a interesses privados 19/05/2015 às 15:31
Show 1
Ex-governador e atual senador Omar Aziz (PSD)
Jornal A Crítica Manaus (AM)

A denúncia feita durante a campanha eleitoral do ano passado de que os familiares do ex-governador Omar Aziz (PSD) utilizaram uma aeronave do governo para fazer turismo na ilha de Saint Martim, no caribe, vai ser investigada pelo Ministério Público Estadual (MP-AM).

Na edição desta segunda-feira (18) do Diário Eletrônico do órgão, o promotor de Justiça Ronaldo Andrade publicou a abertura de um inquérito civil para apurar a suposta prática de improbidade administrativa.

O caso chegou oficialmente ao MPE por meio de um processo encaminhado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas (TRE–AM). No processo em questão, a corte multou o autor da denúncia feita no horário eleitoral na TV, o ex-deputado federal Francisco Praciano, em R$ 20 mil. A decisão por quatro votos a três, sendo o voto de desempate dado pela presidente do tribunal, Socorro Guedes, foi tomada no dia 14 de abril.

Na propaganda eleitoral na TV, Praciano, que disputou contra Omar uma cadeira no Senado, citou “o uso do avião do Estado do Amazonas para viagens estranhas para destinos que não tem nada a ver com os interesses do Amazonas. Viagens que custam caro, pagas com dinheiro público, com teu dinheiro, eu fico indignado, quem viajou no avião do Estado para as ilhas do Caribe, o que foram fazer naquele paraíso de luxo e jogatina?”, diz um trecho da inserção.

O tribunal considerou a propaganda ofensiva ao ex-governador. Na sua defesa, Omar afirmou que a aeronave não pertencia ao governo, era alugada. A sua advogada, Maria Benigno, disse, ontem, que foram anexados ao processo documentos que comprovam que o avião prestava serviço para terceiros.

Publicidade
Publicidade